InícioDestaqueBoro: Adubação correta pode aumentar a produtividade da soja

Boro: Adubação correta pode aumentar a produtividade da soja

Para melhor compreensão e manejo, os nutrientes necessários para as plantas são divididos em função da quantidade requerida pela cultura. Embora ambos desempenhem funções essenciais no metabolismo vegetal, os macronutrientes são aqueles requeridos em maiores quantidades (Kg ha-1), enquanto os micronutrientes são aqueles requeridos em pequenas quantidades (g ha-1) pela planta.

Dentre os principais micronutrientes indispensáveis para a soja, destaca-se o Boro (B). Bioquimicamente, o Boro forma complexo com manitol, manano, ácido polimanurônico e outros constituintes das paredes celulares, estando envolvido no alongamento celular e no metabolismo de ácidos nucleicos, desempenhando papel nas respostas hormonais, na função da membrana e na regulação do ciclo celular (Taiz et al., 2017).

Na soja, ainda que requerido em pequenas quantidades, o Boro desempenhando um papel importante no processo de divisão e elongação celular, assim como na germinação do pólenelongação do tubo polínico e fecundação, com isso, pode-se dizer que a deficiência de Boro, especialmente durante o período reprodutivo da soja, pode assumir papel limitante na produtividade da cultura (Furlani et al., 2001).


undefined


Avaliando as respostas produtivas da soja em função da adubação boratada, Santini et al. (2015) observaram que a cultura respondi positivamente a adubação com Boro, havendo incrementos de produtividades superiores a 10%. Corroborando esses resultados, Saldanha (2024), avaliando os efeitos de doses de Boro sobre os aspectos nutricionais e produtivos da cultura da soja, observou que a cultura responde positivamente a adubação boratada, e que, a dose de 2 kg ha-1 de Boro propiciou maior produtividade de soja cujo percentual de incremento foi de 10,6% em comparação ao tratamento controle (acréscimo de 8,3 sacos ha-1)

Figura 1. Produtividade de soja em função de doses e do teor de B no solo em Santa Carmem, MT, na safra 2022/2023.

Fonte: Saldanha (2024)

Os fertilizantes contendo Boro podem ser aplicados ao solo a lanço ou em faixar, ou mesmo aplicados via foliar na forma líquida (IPNI). Embora apresente baixa mobilidade na planta, em função da baixa quantidade requerida de Boro, aplicações foliares desse micronutriente também tem demonstrado resultados satisfatórios, contudo, quando a aplicação ocorre via foliar, deve-se atentar para alguns cuidados na preparação da calda, especialmente quando aplicado junto a herbicidas.


Veja mais: Boro pode ser aplicado junto a herbicidas na soja?


As principais e mais utilizadas fontes de Boro na agricultura, incluem Bórax, Ácido bórico e Solubor®, com respectivamente 11%, 17% e 20-21% de Boro em suas formulações. As recomendações de manejo sugerem que a adubação com Boro em soja seja realizada em V2 ou R2 (início do florescimento). Por se tratar de pequenas doses, é comum que essa adubação seja realizada em conjunto com a aplicação de defensivos agrícolas em pós-emergência.

Tabela 1. Formas comuns de Fertilizantes Contendo Boro.
Fonte: IPNI

Com relação a dose, resultados de pesquisas tem demonstrado que as melhores respostas de produtividade em função da adubação com Boro têm sido observadas com a adição de doses próximas da 2 kg ha-1 do nutriente.

Em casos em que há deficiência desse micronutriente no solo, além de limitações na produtividade, é possível observar a presença de sintomas nas plantas afetadas. Na cultura da soja, os principais sintomas de deficiência de Boro consistem na clorose internerval nas folhas jovens e pontas curvadas para baixo, morte dos ponteiros, inibição do florescimento e paralização do crescimento radicular (IPNI).

Figura 2. Sintomas de deficiência de Boro em soja.
Foto: ATPNutrition, Apud. Hansel & Oliveira (2016)
Referências:

FURLANI, A. M. C. et al. EXIGÊNCIA A BORO EM CULTIVARES DE SOJA. Revista Brasileira de Ciência do Solo, 2001. Disponível em: < https://www.scielo.br/j/rbcs/a/fBcQt6NPdJbdCHQsMwtw4Xr/?format=pdf&lang=pt >, acesso em: 03/06/2024.

HANSEL, F. D.; OLIVEIRA, M. L. IMPORTÂNCIA DOS MICRONUTRIENTES NA CULTURA DA SOJA NO BRASIL. IPNI, 2016. Disponível em: < https://www.researchgate.net/publication/305659319_Importancia_dos_Micronutrientes_na_Cultura_da_Soja_no_Brasil >, acesso em: 03/06/2024.

SALDANHA, E. C. M. FERTILIZAÇÃO BORATADA AUMENTA PRODUTIVIDADE DA SOJAEM SOLO ARGILOSO. Agropecuária Catarinense, Florianópolis, v.37, n.1, 2024. Disponível em: < https://publicacoes.epagri.sc.gov.br/rac/article/view/1798/1657 >, acesso em: 03/06/2024.

SANTINI, J. M. K. et al. ADUBAÇAO BORATADA NA CULTURA DA SOJA EM ÁREA DE CERRADO. XXXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2015. Disponível em: < SANTINI, J. M. K. et al. ADUBAÇAO BORATADA NA CULTURA DA SOJA EM ÁREA DE CERRADO. XXXV Congresso Brasileiro de Ciência do Solo, 2015. Disponível em: <  https://www.eventossolos.org.br/cbcs2015/arearestrita/arquivos/843.pdf >, acesso em: 03/06/2024.

TAIZ, L. et al. FISIOLOGIA E DESENVOLVIMENTO VEGETAL. Porto Alegre, Ed. 6, 2017.

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares