InícioDestaqueCampeão de produtividade regional - Sudeste, Cat. Sequeiro do CESB 20/21 obteve...

Campeão de produtividade regional – Sudeste, Cat. Sequeiro do CESB 20/21 obteve 113,99 sc/ha

Com produtividade de 113,99 sc.ha-1, o produtor Marcus Felippe Reis Veiga, Fazenda São João das Vitórias em Madre de Deus de Minas, MG ganhou o título de campeão de produtividade regional Sudeste, categoria sequeiro do CESB safra 2020/2021. A fazenda possui um total de 490 hectares, dos quais 315 ha são destinados a culturas e 121 ha a soja.  Auac Breno Lafe foi o consultor técnico e a propriedade obteve produtividade média de soja de 84,35 sc.ha-1 na safra 20/21.

A área destinada ao concurso, onde se obteve a produtividade de 113,99 sc.ha-1 foi de 2,6419 ha e contou com um sistema de plantio direto com sucessão de culturas (soja-milho) nos últimos 3 anos. O sistema de produção compreendendo os últimos sete anos consistiu no cultivo de cinco culturas distintas, sendo elas: maça, feijão, milho, soja e trigo. No ano de 2016 após o cultivo da maçã foi realizada a destoca da área de produção, seguida pela subsolagem, aplicação de 3 t.ha-1 de calcário, gradagem, aplicação de 1 t.ha-1 de gesso agrícola e utilização de rolo nivelador.  Nos anos seguintes (de 2017 a 2021) realizou-se a aplicação de 1 t.ha-1 de calcário na área de produção em cada ano de cultivo. Nos anos de 2018 e 2020 também foi aplicado 1 t.ha-1 de gesso agrícola no sistema de produção.

Um bom volume acumulado de chuvas (896 mm) com precipitações bem distribuídas, aliado a muito boa qualidade estrutural do solo (IQES = 5,4), e a não presença de impedimento físico no solo contribuíram para o bom crescimento e desenvolvimento das plantas. Num total acumulado, foi possível observar 498 mm de chuva durante o período vegetativo e 398 mm durante o período reprodutivo da soja.

Figura 1. Propriedades físicas do solo, Fazenda São João das Vitórias, CESB, Sudeste – sequeiro, 2020/2021.

Fonte: CESB (2021)

A cultivar utilizado foi a BRASMAX LANÇA IPRO – 58I60 RSF IPRO, cujas sementes apresentavam 95% de germinação e 90% de vigor. A semeadura ocorreu dia 27/10/2020, com densidade almejada de 300.000 sementes.ha-1 e densidade populacional obtida de 288.000 plantas.ha-1, resultando em 14,4 plantas.m-1. O espaçamento entre linhas utilizado foi de 50 cm, a profundidade de semeadura de 3 cm e a profundidade de aplicação de fertilizantes de 20 cm.

A adubação consistiu na aplicação de 100 kg.ha-1 de KCl MOSAIC a lanço contendo 60 kg.ha-1 de K2O em pré-semeadura da soja e 150 kg.ha-1 de MAP MOSAIC contendo 16,5 kg.ha-1 de N e 78 kg.ha-1 de P2O5 fornecidos via sulco de semeadura. Além disso outros nutrientes como B, Mn, Co e Mo também foram disponibilizados ao sistema na semeadura da soja.



Com relação ao uso de inoculantes, nutrição e biofertilizantes, foi aplicado Ácido Bórico na dessecação; utilizados Totalnitro, Nem out, Auras e Initiate Soy no tratamento de sementes (On farm); aplicados Soja Plus Gold e Nem Out em V4; e Vegetables, Grain set e Sulfato de Magnésio em V6-V7. Durante o período reprodutivo da soja utilizou-se Liqui-Plex CaMg+B, Curative e Sulfato de Magnésio em R1; Liqui Plex CaMg+B em R3 e Liqui Plex Finish em R5. Os tratamentos fitossanitários realizados durantes os períodos vegetativo e reprodutivo da soja podem ser observados nas figuras 2 e 3.

Figura 2. Tratamento fitossanitário realizado no período vegetativo do desenvolvimento da soja.

Fonte: CESB (2021)

Figura 3. Tratamento fitossanitário realizado no período reprodutivo do desenvolvimento da soja.

Fonte: CESB (2021)

Com base nos custo de produção e análise econômica (figura 4), cada real investido retornou R$ 1,8, o que refletiu em uma receita líquida de 8.231,00 R$.ha-1, uma vez que o custo de produção foi de 4.535,80 R$.ha-1.


Veja mais: Confira o Manejo do Campeão Norte/Nordeste – Cat. Sequeiro do CESB 2020/2021 que obteve 113,26 sc/ha


Figura 4. Custos de produção e análise econômica, Fazenda São João das Vitórias, CESB, Sudeste – sequeiro, 2020/2021.

Fonte: CESB (2021)

Dentre os fatores que fizeram diferença para a obtenção da alta produtividade, Auac Breno Lafe destaca o conhecimento do ambiente, uniformidade de chuvas, qualidade das sementes, monitoramento frequente e qualidade das operações, além do básico bem feito.

Confira o Case completo com o manejo do campeão Sudeste, categoria sequeiro do CESB 2020/2021 clicando aqui!

Referências:

CESB. CASE CAMPEÃO 20/21 – SUDESTE – CAT. SEQUEIRO. Comitê de Estratégia Soja Brasil, 2021. Disponível em: < http://www.cesbrasil.org.br/case-campeao-20-21-sudeste-cat-sequeiro/ >, acesso em: 25/06/2021.

Acompanhe nosso site, siga nossas mídias sociais (SiteFacebookInstagramLinkedinCanal no YouTube

 

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares