• BASF apresenta portfólio completo de Soluções para Agricultura na 20ª Expodireto Cotrijal
  • Variedades Soytech® são adaptadas ao cultivo no Rio Grande do Sul

São Paulo, 08 de março de 2019 – Lavouras de soja em fase final de desenvolvimento exigem cuidados redobrados para evitar perda de produtividade causada pela ferrugem asiática. De acordo com o Consórcio Antiferrugem, foram registrados até o momento 127 casos da doença na safra 2018/2019 no Rio Grande do Sul, aumento de 3% em relação ao ciclo anterior. O estado lidera a quantidade de casos nesta safra.

O manejo integrado, com fungicidas de alta performance, é necessário para conter o avanço da ferrugem. De acordo com a Embrapa, as perdas causadas pela doença podem chegar a 90% se a doença não for controlada.

A BASF possui uma linha completa de fungicidas para o controle de doenças durante todo o ciclo da cultura, com destaque para o fungicida Versatilis® que é mais recomendado para uso em associação com o produto multissítio Status®. Ambos são mais indicados para lavouras de soja em fase final de desenvolvimento.

“A BASF está comprometida com o manejo eficiente das lavouras de soja. Nós acreditamos que o controle feito de maneira adequada contribui para a longevidade dos cultivos, proporcionando maior rentabilidade para o agricultor”, enfatiza Helio Cabral, gerente de Marketing de Soja da BASF.

Variedades SoyTech®

Para a safra de soja 2019/2020, a BASF realiza o lançamento da variedade BS 1543 IPRO durante a 20ª Expodireto Cotrijal. A cultivar é adaptada para áreas altas do Rio Grande do Sul, Paraná e Santa Catarina, aliando precocidade e produtividade.

Outro destaque do evento é a variedade BS 2606 IPRO, que tem sanidade radicular, resistência à fitóftora e alto teto produtivo como principais características.

“Nós orientamos a escolha de variedades que melhor se adaptem ao solo e ao clima de cada região, para que a lavoura possa expressar o máximo do seu potencial produtivo”, afirma Daniel Gobbi, gerente de licenciamento SoyTech® da BASF.



Manejo eficiente de plantas daninhas

Um dos primeiros cuidados para o próximo ciclo é o controle de plantas daninhas. Para o manejo de plantas daninhas de difícil controle são indicadas aplicações antes da semeadura da soja. Para controlar plantas de folhas largas, como a buva, é indicado o uso do herbicida Atectra®. Para invasoras de folhas estreitas, como o capim-amargoso, pode ser utilizado o herbicida Amplexus™.

A BASF orienta os agricultores sobre o manejo eficiente das plantas daninhas.  Confira algumas das principais orientações:

– rotação de culturas;

– aplicação de herbicidas em diferentes momentos da cultura;

– aplicação das doses recomendadas para cada produto;

– manter as plantas daninhas controladas durante o ano todo, evitando a produção de sementes indesejadas;

– realizar a limpeza dos equipamentos e materiais, como tratores e colheitadeiras, antes de sair das áreas produtivas;

– utilização de sementes limpas e certificadas;

– uso de herbicidas com diferentes mecanismos de ação.

O portfólio completo de Soluções para Agricultura da BASF será apresentado durante a 20ª Expodireto Cotrijal, de 11 a 15 de março no município de Não-me-Toque, RS.

Prezado jornalista, favor contatar a BASF, por meio de sua área da Comunicação Corporativa, em caso de informações sobre os produtos e sua correta aplicação. Uso exclusivamente agrícola. Aplique somente as doses recomendadas. Descarte corretamente as embalagens e restos de produtos. Incluir outros métodos de controle do programa do Manejo Integrado de Pragas (MIP) quando disponíveis e apropriados. Versatilis®, Status®, Atectra® e Amplexus™ estão devidamente registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento respectivamente sob os números 01188593, 6210, 4916 e 008298.

BASF na Agricultura. Juntos pelo seu Legado.

Sobre a divisão de Soluções Agrícolas da BASF

Com uma população em rápido crescimento, o mundo está cada vez mais dependente da nossa capacidade de desenvolver e manter uma agricultura sustentável e ambientes saudáveis. Trabalhando com agricultores, profissionais agrícolas, especialistas em gestão de pragas e outros, é nosso papel ajudar a tornar isso possível. É por isso que investimos em uma forte estrutura R&D e em um amplo portfólio, incluindo sementes e melhoramento genético, proteção química e biológica de cultivos, manejo do solo, fitossanidade, controle de pragas e agricultura digital. Com equipes de especialistas em laboratório, campo, escritório e produção, conectamos o pensamento inovador e a ação realista para criar ideias reais que funcionam – para agricultores, sociedade e o planeta. Em 2018, nossa divisão gerou vendas de 6,2 bilhões de euros. Para mais informações, visite www.agriculture.basf.com ou qualquer um dos nossos canais de mídia social.

 

Sobre a BASF

Na BASF, criamos química para um futuro sustentável. Combinamos sucesso econômico com proteção ambiental e responsabilidade social. Os mais de 122.000 colaboradores do Grupo BASF trabalham para contribuir para o sucesso de nossos clientes em quase todos os setores e em quase todos os países do mundo. Nosso portfólio é organizado em seis segmentos: Químicos, Materiais, Soluções para Indústria, Tecnologias de Superfície, Nutrição & Cuidados e Soluções para Agricultura. A BASF gerou vendas de mais de 63 bilhões de euros em 2018. As ações da BASF são negociadas na bolsa de valores de Frankfurt (BAS), Londres (BFA) e Zurique (BAS). Para mais informações, acesse: www.basf.com.br

SEM COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.