InícioDestaqueComo o vigor afeta a produtividade da soja?

Como o vigor afeta a produtividade da soja?

É consenso que “uma boa lavoura começa por uma boa semente”. Sementes de boa qualidade são necessárias para o bom estabelecimento da lavoura. Embora muito se relacione a qualidade das sementes ao percentual de germinação, outra variável importante para o estabelecimento da soja é o vigor das sementes.

O vigor está relacionado a habilidade das sementes em germinarem sob condições não necessariamente adequadas (desfavoráveis). Segundo Costa (2023), essa habilidade das sementes é extremamente importante para a agricultura, uma vez que proporciona uma maior taxa de estabelecimento das plantas, consequentemente, em uma população vegetal mais homogênea e produtiva. Isso, por sua vez, contribui para a formação de um dos principais componentes de produtividade, o número de plantas por área, (Zanon et al., 2018).

Figura 1.  Comparação entre uma semeadura bem-sucedida, utilizando sementes de alta qualidade e vigor, e uma semeadura mal executada.
Foto: Roberto Kazuhiko Zito.

Cientificamente é comprovado que lavouras oriundas de sementes de alto vigor apresentam maior produtividade em comparação a lavouras estabelecidas com sementes de baixo vigor, havendo uma relação positiva entre vigor de sementes e produtividade da soja (figura 2). Corassa (2019), assim como Bigolin et al. (2022) enfatizam a importante contribuição do vigor de sementes na produtividade da soja, demonstrando que sementes de maior vigor tendem a resultar em plantas mais produtivas.

Figura 2. Relação entre a produtividade de grãos na cultura da soja (kg haˉ¹) e o vigor de sementes (%) obtida a partir de 70 amostras cultivadas na safra 2018/2019. CCGL – Cooperativa Central Gaúcha Ltda, Cruz Alta, RS.
Fonte: Corassa (2019)
Como o vigor de sementes afeta a produtividade da soja?

Analisando o efeito do vigor de sementes e da variação populacional sob as características morfológicas das plantas e produtividade da cultura da soja, Bagateli et al. (2020) avaliaram diferentes cultivares de soja (NS  6909  Ipro  e  7166  RSF  Ipr), semeadas sob diferentes densidades populacionais (150.000; 250.000; 350.000 e 450.000 plantas ha-1) e níveis de vigor (alto vigor – 90% e baixo vigor – 70%).

Conforme observado pelos autores, o vigor de sementes afetou a arquitetura de plantas, havendo interação com a densidade populacional dependendo da variável analisada. Segundo Bagateli et al. (2020), a alteração da arquitetura de plantas afetou a formação de componentes de produtividade da soja, exercendo influência sobre a produtividade final da cultura.


undefined


Bagateli et al. (2020) destacam que o uso de sementes de alto vigor proporciona aumento de componentes produtividade como número médio de nós produtivos por planta, maior número de vagens total por planta e consequentemente maior número de sementes por planta, resultando em incrementos na produtividade em até 19% comparativamente ao uso de sementes de baixo vigor (figura 3).

Figura 3. (a) Número de vagens por planta e (b) número de sementes por planta, cultivar NS 6909 Ipro safra 2017/18 sob diferentes níveis populacionais.
Adaptado: Bagateli et al. (2020)

Vale destacar que, em função da plasticidade das cultivares, a interação entre vigor de sementes e densidade populacional, frente aos efeitos em variáveis morfológicas e produtividade da soja varia de acordo com o genótipo.

Em suma, além de afetar o estabelecimento da lavoura, o vigor das sementes proporciona alterações na arquitetura de plantas, possibilitando a maior formação de componentes de produtividade da soja, afetando a produtividade final da cultura. Já as respostas em função da densidade populacional, variam de acordo com a cultivar.

Confira o trabalho completo de Bagateli e colaboradores (2020) clicando aqui.



Referências:

BAGATELI, J. R. et al. VIGOR DE SEMENTES E DENSIDADE POPULACIONAL: REFLEXOS NA MORFOLOGIA DE PLANTAS E PRODUTIVIDADE DA SOJA. Braz. J. of  Develop., 2020. Disponível em: < https://ojs.brazilianjournals.com.br/ojs/index.php/BRJD/article/view/11842/9901 >, acesso em: 15/05/2024.

CORASSA, G. M.  VIGOR DE SEMENTES X PRODUTIVIDADE DE SOJA. Mais Soja, 2019. Disponível em: < https://maissoja.com.br/vigor-de-sementes-x-produtividade-de-soja/ >, acesso em: 15/05/2024.

COSTA, V. O. COMO A QUALIDADE DE SEMENTE E O VIGOR INFLUENCIAM NA PRODUTIVIDADE? Mais Soja, 2023. Disponível em: < https://maissoja.com.br/como-a-qualidade-de-semente-e-o-vigor-influenciam-na-produtividade/ >, acesso em: 15/05/2024.

ZANON, ALENCAR JUNIOR et al. ECOFISIOLOGIA DA SOJA VISANDO ALTAS PRODUTIVIDADES. 136 p., 1°ed, Santa Maria – RS,2018.

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares