De acordo com o relatório de Acompanhamento da Safra Brasileira, divulgado pela CONAB nesta terça-feira, estima-se que a área plantada para o milho primeira safra terá crescimento de 1,2% em relação ao ciclo anterior, atingindo 4,2 milhões de hectares. A produção total deve aumentar 2,6%, atingindo cerca de 26,3 MT, sendo que esta foi aumentada em 43,2 mil toneladas em relação as estimativas anteriores, com produtividade média estimada em 6.338kg/há, um aumento de 1,4% em relação ao ciclo anterior.

As estimativas globais, das importações foram aumentadas em 200 mil toneladas e das exportações também foram aumentadas em 1 MT, alcançando 40 MT para a safra 2018/19, o que reduziu a estimativa para o estoque final relacionado a esta safra em 800 mil toneladas. Já para a safra 2019/20, as estimativas para as importações foram aumentadas em 500 mil toneladas e as estimativas de consumo e exportações foram mantidas. Como consequência, os estoques finais foram estimados em 10,3 MT, contra 10,6 MT da estimativa anterior.

Importante observar que neste ano já foram exportadas mais de 40 MT de acordo com informações do MDIC.



Fonte: T&F Agroeconômica

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.