InícioDestaqueConsórcio milho-braquiária contribui para a melhoria de atributos físicos do solo?

Consórcio milho-braquiária contribui para a melhoria de atributos físicos do solo?

A diversificação de culturas e modalidades de cultivo fazem parte das estratégias de manejo que contribuem para a sustentabilidade das culturas agrícolas e sistemas de produção. Integrando essas estratégias, o cultivo do milho em consorcio com a braquiária (consórcio milho-braquiária) traz inúmeros benefícios ao sistema de produção.

Conforme observado por Ceccon et al. (2013) e validado por outros autores como Mechi (2017), o sistema de consórcio milho-braquiária contribui para o aumento da produtividade da soja, possibilitando maior rendimento da cultura em comparação a soja cultivada após milho solteiro.

Além dos benefícios diretos proporcionados pelo consórcio, demonstrando significativa contribuição no aumento da produtividade da soja cultivada em sucessão, o sistema de cultivo do consórcio milho-braquiária traz alguns benefícios indiretos em decorrência das características desse sistema de produção e culturas empregadas.

A cobertura do solo proporcionada pela braquiária contribui para a redução das erosões superficiais no solo, redução da lixiviação de nutrientes como Nitrogênio e Potássio, assim como possibilita a redução da amplitude térmica do solo, reduz os fluxos de emergência de plantas daninhas fotoblásticas positivas e também estimula o desenvolvimento da macro, meso e microfauna do solo.

Além dos benefícios oriundos da parte aérea da braquiária, no solo, o desenvolvimento das raízes de braquiária contribui significativamente para o aumento do volume de macroporos e consequentemente da taxa de infiltração de água no solo, possibilitando maior volume de água infiltrado e também melhores condições para o crescimento e desenvolvimento do sistema radicular da cultura sucessora.

A grande maioria das espécies de braquiária empregadas no consórcio milho-braquiária, apresenta denso sistema radicular, se destacando pelo vasto desenvolvimento de raízes. O fato contribui para a melhoria de atributos físicos do solo, além de possibilitar a ciclagem parcial de nutrientes do solo.

Figura 1. Raízes de braquiária no perfil do solo.

Foto: Lourival Vilela

Conforme observado por Chioderoli et al. (2012), avaliando atributos físicos do solo e produtividade de soja em sistema de consórcio milho-braquiária, dentre as espécies de braquiária analisadas pelos autores (Brachiaria brizantha, Brachiaria decumbens e Brachiaria ruzizienses), a Brachiaria brizantha proporcionou maiores valores de macroporosidade na camada de 0,0 – 0,10 m, quando comparada com a Brachiaria decumbens, não diferindo significativamente, no entanto, da Brachiaria ruzizienses.



Tabela 1. Valores médios de macroporosidade avaliados nas camadas de 0,0-0,10, 0,10-0,20 e 0,20-0,30 m, em função da modalidade de semeadura, espécie forrageira e das épocas de amostragem.

Fonte: Chioderoli et al. (2012)

Conforme resultados observados, fica evidente a importância das forrageiras na agregação, estruturação e permeabilidade do solo, podendo favorecer o desenvolvimento do sistema radicular e permitir a maior exploração do perfil do solo, facilitando o desenvolvimento do sistema radicular até as camadas mais profundas, proporcionando maior absorção de água e nutrientes, visando à melhor produção das culturas (Chioderoli et al., 2012).

Confira o trabalho completo Chioderoli et al. (2012).

Referências:

CECCON, G. et al. CONSÓRCIO MILHO-BRAQUIÁRIA. Embrapa, 2013. Disponível em: < https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/bitstream/doc/982597/1/LVCONSORCIOMB.pdf >, acesso em: 01/11/2022.

CHIODEROLI, C. A. et al. ATRIBUTOS FÍSICOS DO SOLO E PRODUTIVIDADE DE SOJA EM SISTEMA DE CONSÓRCIO MILHO E BRAQUIÁRIA. R. Bras. Eng. Agríc. Ambiental, v.16, n.1, p.37–43, 2012. Disponível em: < https://www.scielo.br/j/rbeaa/a/r3DrjgHwHPqtDQRqj4dhTDR/?format=pdf&lang=pt >, acesso em: 01/11/2022.

MECHI, I. A. ATRIBUTOS QUÍMICOS DO SOLO, PRODUTIVIDADE DA SOJA E INFESTAÇÃO DE PLANTAS DANINHAS EM FUNÇÃO DE ANOS DE MILHO CONSORCIADO COM Brachiaria ruziziensis. Universidade Federal da Grande Dourados, Dissertação de Mestrado, 2017. Disponível em: < http://repositorio.ufgd.edu.br/jspui/bitstream/prefix/1223/1/IvanArcanjoMechi.pdf >, acesso em: 01/11/2022.

Acompanhe nosso site, siga nossas mídias sociais (SiteFacebookInstagramLinkedinCanal no YouTube)

 

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares