Adubação: disponibilidade é tão importante quanto a quantidade de nutrientes?

O adequado aporte nutricional é fundamental para promover condições adequadas de crescimento e desenvolvimento da soja refletindo em boa produtividade da cultura. Dentre os nutrientes mais requeridos pela soja, destacam-se o Nitrogênio (N) e o Potássio (k), sendo considerados macronutrientes em virtude da quantidade requerida pelas plantas.

Confira o texto na íntegra clicando aqui.


Disponibilidade hídrica, o principal fator limitante da produtividade da soja

Assim como a maior parte das culturas agrícolas, a soja necessita de condições adequadas de temperatura, radiação solar, nutrientes e água para o bom crescimento e desenvolvimento vegetal, resultando em boa produtividade da cultura. Entretanto, dependendo do estádio de desenvolvimento em que a cultura se encontra, maiores ou menores exigências podem ser observadas.

Confira na íntegra clicando aqui.


Quanto nitrogênio a cultura da soja precisa para atingir altos rendimentos?

Para cada 1.000 kg de grãos de soja produzidos, com um teor médio de 6,5% N, são necessários cerca de 80 kg de Nitrogênio por hectare (65 kg alocados nas sementes e 15kg nas folhas, caule e raízes).

Considerando um rendimento de 3.000 kg de grãos/ha, a planta necessita, portanto, 240 kg de N/ha. Os solos brasileiros são pobres em N, normalmente sendo capazes de fornecer somente de 10 a 30 kg de N/ha e, considerando a contribuição máxima de 30 kg de N, haveria uma pequena redução da demanda de N, para 210 kg de N/ha.

Confira o texto completo aqui.


Sementes de soja: tamanho é documento?

 “Uma boa lavoura começa por uma boa semente”, essa afirmação popular é verídica e tem impulsionado a busca de agricultores por sementes de elevada qualidade genética, sanitária, física e fisiológica. Com os avanços genéticos, tecnológicos e o embasamento científico, é cada vez mais comum observar a crescente aceitação dos agricultores pelo emprego de sementes de qualidade e procedência em suas lavouras.

Confira na íntegra aqui.


Cálcio e Boro em soja

Assim como a escolha da cultivar, época de semeadura e boa plantabilidade, a boa fertilidade do solo é essencial para a obtenção de boas produtividades da soja, promovendo adequado aporte nutricional para as plantas. De maneira geral, pode-se dividir os nutrientes em dois grandes grupos, os macronutriente e os micronutrientes. Ambos desempenham papel essencial no crescimento e desenvolvimento vegetal, sendo a quantidade requerida pela planta a principal diferença entre macro e micronutrientes (macronutrientes são requeridos em maiores quantidades).

Confira o texto completo aqui.


Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.