Plantas de cobertura permitem reduzir uso de ureia sem perda de produtividade

Uma pesquisa realizada em Dois Vizinhos, no Sudoeste do Paraná, tem investigado a possibilidade de reduzir o uso de fertilizantes nitrogenados em plantações de milho. Para isso, utiliza-se o cultivo de alguns tipos de plantas de cobertura de solo de inverno na entressafra. Entre as espécies testadas estão ervilhaca, tremoço e nabo. Em alguns casos, a equivalência em ureia para o nitrogênio ciclado no solo pelas plantas chega a até 175 quilos por hectare. Na prática, o produtor nessas circunstâncias poderia economizar em torno de 40% na dose de ureia aplicada como fertilizante sem perder produtividade.

Confira aqui.



Inoculação do milho pode ser uma importante ferramenta para o aumento da produtividade a um baixo custo

As bactérias do gênero Azospirillum são conhecidas por atuarem principalmente como promotoras do crescimento vegetal, especialmente do sistema radicular das plantas, por meio da produção de fitormônios que estimulam o crescimento e desenvolvimento vegetal. Diferentemente das bactérias do gênero Bradyrhizobium, que são consideradas simbióticas, as bactérias do gênero Azospirillum são consideradas associativas.

Confira o texto completo aqui.


Pesquisadores expõem riscos da produção on farm de bioinsumos de defendem modernização da legislação

Com a maior oferta e ampliação do uso de produtos biológicos nas lavouras, muitos produtores estão aproveitando abertura na legislação vigente para produzir na fazenda os insumos biológicos para consumo próprio. Embora possa resultar em economia, a chamada produção on farm traz riscos para as culturas, para a saúde e para a cadeia produtiva.

O alerta foi dado por pesquisadores durante a segunda parte do painel “Produção e uso de insumos biológicos na sojicultura”, realizado durante o IX Congresso Brasileiro de Soja e Mercosoja, em Foz do Iguaçu (PR).

Confira a notícia aqui.


Controle da trapoeraba no milho safrinha

A espécie apresenta reprodução por sementes subterrâneas e da parte aérea da planta. Flores modificadas nos rizomas, com formação de sementes por partenocarpia, um pouco maiores que as sementes das flores aéreas, proporcionam maior capacidade de infestação da planta daninha, podendos as sementes subterrâneas germinar até 12 cm de profundidade (Blanco, 2010).

Confira, na íntegra, aqui.


KUHN apresenta as cinco maiores máquinas agrícolas do Brasil neste mês, na Agrishow

Foto: Divulgação KUHN

José Carlos Bassetti, Gerente de Marketing da KUHN, destaca que a ida para a Agrishow representará mais um momento marcante da empresa com o slogan “Força em grandes máquinas!”. “Essa é uma ação que representará toda a grandeza e qualidade dos produtos da KUHN, capaz de ter as cinco maiores máquinas do país e apresentá-las diretamente ao público na feira. Mais uma vez, estamos inovando e transformando o mercado, vencendo desafios de oferecer equipamentos cada vez mais eficientes, duráveis e sustentáveis, como as tendências atuais e futuras exigem”, destaca.

Confira aqui.


Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.