InícioDestaqueEL NIÑO e seus possíveis impactos sobre o Agro Brasileiro

EL NIÑO e seus possíveis impactos sobre o Agro Brasileiro

Previsões indicam a chegada do El Niño em 2023, após 3 anos sob efeitos de La Niña, o que afetará positiva e negativamente diversos setores globalmente, inclusive a agropecuária brasileira.

El Niño é um fenômeno cíclico global que acontece há milênios. Trata-se do aquecimento anormal da água no oceano Pacífico, ocasionando efeitos adversos de clima em diferentes regiões. Para o Brasil, a elevação de temperatura ocorre principalmente no Sudeste e Centro-Oeste. Chuvas se intensificam no Sul e diminuem no Norte e Nordeste.

A análise a seguir aborda as previsões de duração e intensidade do El Ninõ e seus efeitos principais à produção agropecuária.

Entenda o El Niño: El Niño e La Niña são contrários entre si, e tem relação com a temperatura da água no Oceano Pacífico. Suas intensidades se dão a depender do nível de aquecimento ou resfriamento das águas.

O El Niño ocorre em intervalos de 2 a 7 anos e tem duração média de 9 a 12 meses. Nota-se que o intervalo entre ocorrência de El Niño e La Niña tem se estreitado, podendo indicar uma maior frequência de ambos, com menos períodos de neutralidade. O El Niño é considerado forte quando o aquecimento das águas do Pacífico supera 1,6ºC, e muito forte quando supera 2,0ºC.

Confira o impacto em anos anteriores.
Quais os impactos nas principais culturas agrícolas:

Conclusão: As principais estimativas apontam para um El Niño com início de seus efeitos a partir do inverno no Hemisfério Sul, e duração até meados de 2024. Se sua intensidade se confirmar entre forte e muito forte, maiores serão os impactos à agropecuária.

As atividades agrícolas estão mais susceptíveis aos seus efeitos do que a pecuária, sendo que ambos os ramos são afetados diretamente. Os efeitos do fenômeno são sentidos globalmente e os impactos nos outros países também podem afetar a economia e produção agropecuária internacional, resultando em riscos ou até oportunidades para o Brasil.

Para os produtores, é importante acompanhar as previsões climáticas, aperfeiçoando a gestão dos negócios rurais e investindo em ferramentas para premeditar tomadas de decisão estratégicas visando delimitar os impactos negativos do El Niño.

Fonte: CNA  – Mercado em foco CNA | junho 2023

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares