InícioDestaqueEscape de plantas daninhas em soja mal fechada

Escape de plantas daninhas em soja mal fechada

Em vídeo divulgado no canal do Youtube Professores Alfredo & Leandro Albrecht, Leandro, professor da UFPR e um dos supervisores do grupo Supra Pesquisa, mostra uma lavoura de soja localizada no oeste do estado do Paraná, onde a soja já está no estádio R7 e existe a presença de muitas plantas daninhas na lavoura.


Herbicidas em pós na soja e fitointoxicação da cultura


O déficit hídrico que ocorreu no início do ciclo da cultura da safra 2019/2020 afetou significativamente o crescimento da soja em diversas regiões do país, e isso prejudicou também o controle de plantas daninhas nas lavouras, pois a cultura, em muitas regiões, não cresceu o suficiente para fechar a entrelinha, possibilitando assim a entrada de luz e espaço para o desenvolvimento de espécies voluntárias.

O entendimento dos períodos de interferência e da importância do manejo cultura, são premissas importantes no manejo integrado de plantas daninhas. Na safra 2019/20, algumas épocas de semeadura não favoreceram o desenvolvimento da lavoura, em função da seca. Se soja não desenvolve bem, não fechando a entrelinha, perde condições competitivas, e assim surgem as plantas daninhas, incluindo espécies de difícil controle como a buva.

 Conforme destacado pelo pesquisador Leandro, o manejo de plantas daninhas com herbicida em pós-emergência na cultura da soja é uma estratégia necessária e deve ser realizada no PCPI (período crítico de prevenção à interferência), ou de preferência antes do início desse período, que em geral na soja compreende entre V2 e V6.

Porém, o quanto vai variar esses períodos, vai depender muito da fitossociologia, banco de sementes e desenvolvimento das plantas daninhas (modula o PAI – período anterior à interferência), e também do desenvolvimento da cultura e seu fechamento (modula o PTPI – período total de prevenção a interferência).

Para diminuir o PCPI e assim as intervenções em pós-emergência, muitas práticas no manejo integrado de plantas daninhas podem ser utilizadas, como uma boa dessecação e aplicação de herbicidas em pré-emergência.

Confira o vídeo abaixo.



Elaboração: Engenheira Agrônoma Andréia Procedi – Equipe Mais Soja.

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares