Segundo a revisão da consultoria Stonex, a produção da safrinha de milho 2020/21 foi mantida estável. Estima-se que serão produzidas 82,4 milhões de toneladas, um volume 10,8% acima do que foi produzido no mesmo período em 2019/20, configurando um recorde nacional.

Em relação à primeira safra, os números também não sofreram mudanças em relação ao divulgado em dezembro. O clima na região Sul do Brasil esteve seco pela falta de chuvas, o que afetou a produtividade local, especialmente nos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Entretanto, as chuvas voltaram nas últimas semanas de dezembro, o que tende a reduzir os efeitos negativos na safra de verão. A produção deve ser de 25,32 milhões de toneladas, 3,2% a menos que no ciclo 2019/20. De acordo com a Conab, a terceira safra será de 1,64 milhão de toneladas.

A consultoria Stonex informa que a maior parte da oferta de milho depende da segunda safra. Questões relativas à demanda – como relações comerciais com a China e restrições do mercado argentino – podem trazer alterações nos números. Entretanto, a produção total de milho no ciclo 2020/21 pode chegar perto de 110 milhões de toneladas, abrindo a possibilidade de estoques finais maiores, estimados em 13,8 milhões de toneladas.

Soja

Quanto à produção de soja, a estimativa da Stonex reduziu a expectativa de 133,91 milhões de toneladas para 132,65 milhões. Segundo a consultoria, a redução é reflexo da queda da produção no estado do Mato Grosso, que deve colher 1,3 milhão a menos de toneladas do grão, num total de 34,4 milhões de toneladas. Tal contração se deu, também, pelo considerável período sem chuvas no início de dezembro.

A retomada das chuvas em todo o Brasil na segunda quinzena de dezembro amenizou as previsões quanto à produção de soja. As previsões indicam que o clima deverá permanecer favorável em janeiro, o que tende a garantir uma boa temporada para produtores em todo o país. Os estoques finais da safra 2020/21 estão estimados em 4,15 milhões de toneladas, mas os números poderão ser alterados dependendo das condições climáticas.

*NOTA: A produção total de milho inclui as estimativas para a primeira e segunda safras, além do número da Conab para a terceira safra.

Fonte: Assessoria de imprensa Stonex

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.