InícioDestaqueEuphorbia heterophylla: competição com a soja, casos de resistência e eficiência de...

Euphorbia heterophylla: competição com a soja, casos de resistência e eficiência de alguns herbicidas pré-emergentes no controle dessa planta daninha

O leiteiro (Euphorbia heterophylla L.), conhecida no Brasil por outros nomes como amendoim-bravo, leiteira, café-do-diabo, diabo do leiteiro, entre outros, é uma planta daninha anual, com reprodução por sementes e amplamente disseminada nas principais regiões agrícolas do País, especialmente nos sistemas de produção de grãos, que inclui a cultura da soja (Adegas et al., 2020).

A planta daninha apresenta rápido crescimento e desenvolvimento e significativa habilidade competitiva. Avaliando os períodos de interferência de Euphorbia heterophylla na cultura da soja, Maschede et al. (2002) observaram que essa planta daninha pode causar reduções diárias da produtividade da soja de até 5,15 kg ha-1.

Analisando a competição relativa de espécies de plantas daninhas com duas cultivares de soja (Embrapa-48 e Embrapa-62), Voll et al. (2002) observaram que infestações de 1 (uma) planta de Euphorbia heterophylla por metro quadrado de área, pode causar reduções médias da produtividade da soja de 8%. Os resultados apresentados pelos autores demonstram o decréscimo da produtividade da soja em função do aumento populacional da planta daninha, sendo que, densidades populacionais de 2; 3; 4 e 5 plantas m-2 podem causar reduções de produtividade da soja de respectivamente 14%, 19%, 22% e 25%, podendo chegar a níveis de 35% sob densidades populacionais de 10 plantas m-2 de Euphorbia heterophylla.

Figura 1. Estimativas de redução da produção de soja para os cultivares Embrapa-48 (precoce) e Embrapa-62 (ciclo médio), em função da competição de diferentes densidades de Euphorbia heterophylla.

Fonte: Voll et al. (2002)

Atrelado a grande habilidade competitiva do leiteiro, é conhecido que algumas populações dessa planta daninha apresentam resistência a determinados herbicidas. O último caso de resistência do leiteiro a herbicidas foi relatado no estado do Paraná, no ano de 2019, onde se constatou a resistência simples do leiteiro ao herbicida glifosato (EPSPs). Entretanto, há relatos anteriores da resistência simples dessa planta daninha aos herbicidas inibidores da ALS, e resistência múltipla a herbicidas inibidores da ALS e PROTOX (tabela 1).

Tabela 1. Casos de resistência do leiteiro (Euphorbia heterophylla) a herbicidas no Brasil.

Fonte: Heap (2022)

A resistência do leiteiro a herbicidas, em especial ao glifosato, dificulta o controle das populações resistentes dessa planta daninha em pós-emergência da soja. Por ser considerada uma planta daninha indiferente a necessidade de luz para germinação, o controle cultural, com palhada abundante em superfície do solo pode não ser suficiente para garantir a eficácia de controle do leiteiro.

Uma alternativa interessante para integrar ao manejo e controle dessa planta daninha é o uso de herbicidas pré-emergentes. Os herbicidas pré-emergentes atuam diretamente no banco de sementes do solo (sementeira), inibindo e/ou reduzindo os fluxos de emergência das plantas daninhas.



Sanchotene et al. (2017) avaliando a eficiência de herbicidas pré-emergentes no controle do leiteiro, observaram que os herbicidas sulfentrazone, imazaquin e diclosulam apresentaram bons resultados de controle, assim como a associação entre flumioxazin + chlorimuron-ethyl; flumioxazin + imazaquin; flumioxazin + imazethapyr e flumioxazin + sulfentrazone.

Tabela 2. Resultados médios da porcentagem de controle sobre Euphorbia heterophylla (leiteiro) aos 14, 21 e 28 dias após à aplicação dos tratamentos (DAA).

Fonte: Sanchotene et al. (2017)

Tendo em vista os aspectos observados, levando em consideração a habilidade competitiva do leiteiro e os danos causados por ele na cultura da soja, medidas complementares ao controle pós-emergente devem ser inseridas no programa de manejo dessa planta daninha para evitar maiores perdas produtivas, e auxiliar no manejo da resistência dessa planta daninha a herbicidas.


Veja mais: Eficiência de herbicidas pré-emergentes no controle do capim-amargoso em soja


Referências:

ADEGAS, F. S. et al. Euphorbia heterophylla: UM NOVO CASO DE RESISTÊNCIA AO GLIFOSATO NO BRASIL. Embrapa, Comunicado Técnico, n. 98, 2020. Disponível em: < https://www.infoteca.cnptia.embrapa.br/infoteca/bitstream/doc/1121045/1/ComTec98.pdf >, acesso em: 24/05/2022.

HEAP, I. THE INTERNATIONAL HERBICIDE-RESISTANT WEED DATABASE, 2021. Disponível em: < http://weedscience.org/Pages/Species.aspx >, acesso em: 24/05/2022.

MESCHEDE, D. K. et al. PERÍODO CRÍTICO DE INTERFERÊNCIA DE Euphorbia heterophylla NA CULTURA DA SOJA SOB BAIXA DENSIDADE DE SEMEADURA. Planta Daninha, Viçosa-MG, v.20, n.3, p.381-387, 2002. Disponível em: < https://www.scielo.br/j/pd/a/Y5Xp3KtYvcwVRKP4T9C3dsg/?lang=pt&format=pdf >, acesso em: 24/05/2022.

SANCHOTENE, D. M. et al. DESEMPENHO DE DIFERENTES HERBICIDAS PRÉ-EMERGENTES PARA CONTROLE DE EUPHORBIA HETEROPHYLLA NA CULTURA DA SOJA. PERSPECTIVA, Erechim. v. 41, n.155, p. 07-15, 2017. Disponível em: < https://www.uricer.edu.br/site/pdfs/perspectiva/155_630.pdf >, acesso em: 24/05/2022.

VOLL, E. et al. COMPETIÇÃO RELATIVA DE ESPÉCIES DE PLANTAS DANINHAS COM DOIS CULTIVARES DE SOJA. Planta Daninha, Viçosa-MG, v.20, n.1, p.17-24, 2002. Disponível em: < https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/49871/1/a04v16n2.pdf >, acesso em: 24/05/2022.

Acompanhe nosso site, siga nossas mídias sociais (SiteFacebookInstagramLinkedinCanal no YouTube)

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares