InícioDestaqueGlufosinato de Amônio ou Diquat? Qual herbicida utilizar para dessecar a soja...

Glufosinato de Amônio ou Diquat? Qual herbicida utilizar para dessecar a soja na pré-colheita?

A dessecação pré-colheita da soja é uma prática muito utilizada com o intuito de antecipar a época de colheita, controlar plantas daninhas e ainda aumentar a uniformidade da lavoura. Entretanto, para evitar prejuízos, essa prática deve ser realizada no momento adequado, utilizando os produtos corretos, dentro das recomendações de manejo.

Para evitar perdas produtivas em função da dessecação pré-colheita, é fundamental que essa prática ocorra no estádio adequado. Conforme destacado por Lamego et al. (2013), quando realizada em períodos inadequados, a dessecação em pré-colheita da soja pode resultar em reduções da produtividade de até 35%.
Estádio recomendado para dessecação pré-colheita

Para a cultura da soja, as orientações de manejo recomendam que a dessecação pré-colheita ocorre no estádio R7.3, sendo cientificamente comprovado que esse é o período que assegura as menores perdas de produtividade em função da dessecação pré-colheita.

Figura 1. Estádio ideal para a dessecação em pré-colheita da soja (R7.3).

Foto: Gazolla, A.

No entanto, além de definir o momento de dessecação, visando reduzir as perdas de produtividade, é essencial atentar para o herbicida utilizado na dessecação pré-colheita. Atualmente, há poucas opções disponíveis no mercado com registro no Ministério da Agricultura e Pecuária para a dessecação pré-colheita da soja, sendo os principais, o Glufosinato de Amônio (inibidor da enzima glutamina sintetase) e o Diquat (inibidor da fotossíntese ao nível do fotossistema I).

Analisando as diferentes herbicidas para a dessecação pré-colheita da soja em diferentes estádios do desenvolvimento da cultura, Kamphorst & Paulus (2019) observaram que, independentemente da época de dessecação (R6 ou R7.2), quando comparados os herbicidas Glufosinato de Amônio e o Diquat, maiores perdas de produtividade foram observadas com o emprego do Diquat, demonstrando que o uso do Glufosinato de Amônio na dessecação pré-colheita da soja resulta em menores perdas de produtividade.

Figura 2. Produtividade da soja (kg ha-1), em função da aplicação de diferentes herbicidas em pré-colheita em diferentes estágios de desenvolvimento da soja.

Adaptado: Kamphorst & Paulus (2019)

Com isso em vista, pode-se dizer que tanto período de dessecação quanto herbicidas utilizados para a dessecação pré-colheita da soja podem interferir na produtividade final da cultura. Confira abaixo o vídeo em que Felipe Marcon Battiston explana o assunto, trazendo resultados de pesquisa do Grupo Supra Pesquisa.


Inscreva-se agora no canal Professores Alfredo & Leandro Albrecht clicando aqui!



Referências:

KAMPHORST, A.; PAULUS, C. HERBICIDAS PARA DESSECAÇÃO PRÉ-COLHEITA EM SOJA COMO ALTERNATIVA EM SUBSTITUIÇÃO AO PARAQUAT. Revista Cultivando o Saber, 2019. Disponível em: < http://177.53.200.37/index.php/cultivando/article/view/969 >, acesso em: 06/03/2024.

LAMEGO, F. P. et al. DESSECAÇÃO PRÉ-COLHEITA E EFEITOS SOBRE A PRODUTIVIDADE E QUALIDADE FISIOLÓGICA DE SEMENTES DE SOJA. Planta Daninha, Viçosa-MG, v. 31, n. 4, p. 929-938, 2013. Disponível em: < https://www.scielo.br/pdf/pd/v31n4/19.pdf >, acesso em: 06/03/2024.

 

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares