InícioDestaqueMapa discute estratégias para combater fraudes em cargas agropecuárias para exportação

Mapa discute estratégias para combater fraudes em cargas agropecuárias para exportação

Representantes do Ministério da Agricultura e Pecuária (Mapa), por intermédio da Superintendência Federal de Agricultura do Paraná (SFA-PR), reuniram-se nessa terça-feira (4), em Curitiba (PR), para discutir sobre a incidência de fraudes em cargas agropecuárias destinadas à exportação pelo corredor do Paranaguá (PR). Objetivo é buscar soluções para mitigar a ocorrência desse tipo de fraude.

O foco principal da reunião foi a identificação e prevenção de fraudes envolvendo cargas de milho, soja e farelo de soja destinadas à exportação. Esses produtos são essenciais para a economia brasileira e representam uma parcela significativa das exportações pelo corredor de exportação de Paranaguá (PR).

Durante o encontro, os participantes discutiram estratégias para fortalecer os controles e a fiscalização das cargas, bem como para aprimorar os processos de certificação e rastreabilidade.

Também foram abordadas medidas para aumentar a cooperação entre as entidades envolvidas, visando a detecção precoce de irregularidades e a aplicação de sanções adequadas.

Ao final da reunião, os participantes decidiram elaborar um protocolo de boas práticas, a ser formalizado nos próximos 30 dias, com ações de controle de qualidade das cargas e os procedimentos que deverão ser adotados em casos de identificação de fraudes. Outras instituições ou entidades poderão ser convidadas a colaborar na construção desse documento.

Um grupo de trabalho operacional será estabelecido entre as partes para a troca de informações e atualizações sobre as ações em curso, visando aprimorar os protocolos adotados para enfrentar fraudes em cargas agropecuárias.

O chefe do Serviço de Inspeção de Produtos de Origem Vegetal do Paraná (SIPOV/PR), Fernando Mendes, destacou a importância da colaboração entre os setores público e privado para garantir a integridade das operações de exportação e a confiança dos mercados internacionais. “Essa reunião foi um passo fundamental para enfrentar os desafios relacionados à segurança e à qualidade das cargas agropecuárias que estão sendo exportadas, fortalecendo a reputação do Brasil no mercado internacional como fornecedor seguro e confiável de produtos do complexo soja e de milho em grãos”, afirmou Mendes.

A reunião contou com a participação de diversas entidades ligadas ao setor, incluindo o governo do estado do Paraná, representado pela Administração dos Portos de Paranaguá e Antonina, e o Instituto de Desenvolvimento Rural do Paraná (IDR-Paraná). Também estiveram presentes representantes da Associação dos Terminais do Corredor de Exportação de Paranaguá (ATEXP), da Associação dos Operadores Portuários do Corredor Oeste de Exportação do Porto de Paranaguá (AOCOP), da Associação dos Operadores Portuários do Corredor de Exportação do Porto de Paranaguá (AOCEP), da Associação Brasileira das Indústrias de Óleos Vegetais (ABIOVE) e da Associação Nacional dos Exportadores de Cereais (ANEC).

Fonte: MAPA



 

FONTE

Autor:Ministério da Agricultura e Pecuária

Site: Mapa

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares