InícioDestaqueMercado brasileiro de milho deve iniciar semana com negociações lentas

Mercado brasileiro de milho deve iniciar semana com negociações lentas

O mercado brasileiro de milho deve iniciar a semana com negociações lentas. As especulações evoluíram de certa maneira, mas os consumidores e produtores seguem com impasse em relação aos preços, travando uma comercialização mais ativa do cereal. No cenário internacional, a Bolsa de Mercadorias de Chicago opera em alta. O dólar, por sua vez, sobe frente ao real.

A sexta-feira manteve preços estáveis no mercado brasileiro de milho, que voltou a apresentar um ambiente de negócios lento, com consumidores e produtores cautelosos nas negociações. Seguem as especulações com a MP 1.227, com o câmbio, com a forte volatidade dos futuros do milho (B3 e CBOT), e com a evolução do clima. Ao longo dos últimos dias os consumidores adquiriram lotes pontuais e passam a apostar agora em novas quedas de preços, devido à entrada da safrinha.

No Porto de Santos, o preço ficou entre R$ 60,00/63,00 (compra/venda) a saca (CIF). Já no Porto de Paranaguá, cotação entre R$ 59,00/65,00 (compra/venda) a saca.

No Paraná, a cotação ficou em R$ 55,00/57,00 (compra/venda) a saca em Cascavel. Em São Paulo, preço de R$ 55,00/57,00 na Mogiana. Em Campinas CIF, preço de R$ 60,00/61,00 a saca.

No Rio Grande do Sul, preço ficou em R$ 64,50/65,50 a saca em Erechim. Em Minas Gerais, preço em R$ 52,00/54,00 a saca em Uberlândia. Em Goiás, preço esteve em R$ 46,00/48,00 a saca em Rio Verde – CIF. No Mato Grosso, preço ficou a R$ 40,00/42,00 a saca em Rondonópolis.

CHICAGO

* Os contratos com entrega em julho estão cotados a US$ 4,51 3/4 por bushel, alta de 3,00 centavos de dólar, ou 0,66%, em relação ao fechamento anterior.

* O mercado é sustentado por um movimento de recuperação técnica após as perdas da sexta-feira. O cereal também encontra suporte na alta do petróleo em Nova York.

* Sexta-feira (7), os contratos de milho com entrega em julho de 2024 fecharam a US$ 4,48 3/4 por bushel, baixa de 3,25 centavos de dólar, ou 0,71%, em relação ao fechamento anterior. A posição setembro de 2024 fechou a sessão a US$ 4,54 3/4 por bushel, recuo de 3,00 centavos de dólar, ou 0,65%, em relação ao fechamento anterior.

CÂMBIO

* O dólar comercial registra alta de 0,16%, em R$ 5,3341. O Dollar Index registra valorização de 0,28% a 105,18 pontos.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia fecharam com preços mais altos. Xangai, + 0,00%. Japão, +0,92%.

* As principais bolsas na Europa operam com índices fracos. Paris, -1,53%. Frankfurt, -0,47%. Londres, -0,21%.

* O petróleo opera em alta. Julho do WTI em NY: US$ 76,41 o barril (+1,16%).

AGENDA

– Inspeções de exportação semanal dos EUA – USDA, 12h.

– O Ministério do Desenvolvimento, da Indústria. do Comércio e Serviços divulga, às 15h, a balança comercial parcial de junho.

– Evolução e condições das lavouras nos EUA – USDA, 17h.

—-Terça-feira (11/06)

– OPEP: O relatório mensal de petróleo será publicado pela OPEP.

– Reino Unido: A taxa de desemprego de abril será divulgada às 3h pelo departamento de estatísticas.

– Japão: A leitura do índice de preços ao produtor de maio será publicada às 20h50 pelo BOJ.

– China: A leitura do índice de preços ao consumidor de maio será publicada às 22h30 pelo departamento de estatísticas.

– China: A leitura do índice de preços ao produtor de maio será publicada às 22h30 pelo departamento de estatísticas.

– O IBGE divulga, às 9h, o IPCA e INPC referentes a maio

– Dados sobre as lavouras do Paraná – Deral, na parte da manhã.

—–Quarta-feira (12/06)

– OCDE: O relatório sobre crescimento do PIB dos países do G20 será publicado pela OCDE.

– AIE: O relatório anual de petróleo será publicado pela AIE.

– Alemanha: A leitura revisada do índice de preços ao consumidor de maio será publicada às 3h pelo Destatis.

– Reino Unido: A leitura do PIB de abril será publicada às 3h pelo departamento de estatísticas.

– Reino Unido: A produção industrial de abril será publicada às 3h pelo departamento de estatísticas.

– Reino Unido: O saldo da balança comercial de abril será publicado às 3h pelo departamento de estatísticas.

– EUA: A leitura do índice de preços ao consumidor (CPI, na sigla em inglês) de maio será publicada às 9h30 pelo Departamento do Trabalho.

– EUA: A posição dos estoques de petróleo até sexta-feira da semana passada será publicada às 11h30 pelo Departamento de Energia (DoE).

– Relatório de junho de oferta e demanda de soja, milho, trigo, arroz e algodão mundial e dos EUA (Wasde) – USDA, 13h.

– EUA: A decisão de política monetária será publicada às 15h pelo Federal Reserve (Fed, o banco central norte-americano).

– EUA: O presidente do Fed, Jerome Powell, concede entrevista coletiva às 15h30 para detalhar a decisão de política monetária.

—–Quinta-feira (13/06)

-Conab: Anúncio do 9º Levantamento da Safra de Grãos 2023/24, às 09h.

– Eurozona: A produção industrial de abril será publicada às 6h pelo Eurostat.

– O IBGE divulga, às 9h, o Levantamento Sistemático da Produção Agrícola referente a maio.

– EUA: A leitura do índice de preços ao produtor (PPI, na sigla em inglês) de maio será publicada às 9h30 pelo Departamento do Trabalho.

– EUA: Os pedidos de seguro-desemprego da semana encerrada no último sábado serão publicados às 9h30 pelo Departamento do Trabalho.

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 9h30.

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Relatório de condições das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, na parte da tarde.

– Dados sobre o desenvolvimento das lavouras no RS – Emater, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (14/06)

– Japão: A decisão de política monetária será publicada à meia-noite pelo BOJ.

– Japão: A leitura revisada da produção industrial de abril será publicada à 1h30 pelo ministério da Economia, Comércio e Indústria.

– Eurozona: O saldo da balança comercial de abril será publicado às 6h pelo Eurostat.

– O BC divulga, às 9h o IBC-Br referente a abril.

– EUA: O número de empregos criados ou perdidos pela economia (payroll) e a taxa de desemprego referentes a maio serão publicados às 9h30 pelo Departamento do Trabalho.

– EUA: Os preços de importação e exportação de maio serão publicados às 9h30 pelo Departamento do Trabalho.

– EUA: A leitura preliminar do índice Michigan/Reuters de sentimento do consumidor de junho será publicada às 11h pela Universidade de Michigan e pela Thomson Reuters.

– Dados de evolução das lavouras do Mato Grosso – IMEA, 16h.

Autor/Fonte: Pedro Carneiro / Safras News



 

FONTE

Autor:Pedro Carneiro/Safras News

Site: Safras & Mercado

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares