InícioDestaqueMercado de soja deve ter dia lento; produtores monitoram clima e plantio

Mercado de soja deve ter dia lento; produtores monitoram clima e plantio

O cenário é negativo para os negócios com soja nesta terça no mercado brasileiro. O dólar registra queda frente ao real e os contratos futuros operam perto da estabilidade, ainda no negativo. Os produtores monitoram o clima e priorizam o plantio da safra.

O mercado iniciou a semana com poucos negócios. Os preços domésticos ficaram mistos na segunda-feira. Em Chicago, as cotações perderam força, mas o dólar subiu.

O dia foi de poucos movimentos. Os produtores seguem focados no plano. Além disso, os atuais patamares de preços não chamam a atenção para negócios.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos caiu de R$ 144,00 para R$ 142,00. Na região das Missões, a cotação baixou de R$ 143,00 para R$ 140,00 a saca. No Porto de Rio Grande, o preço recuou de R$ 153,00 para R$ 152,00.

Em Cascavel, no Paraná, o preço diminuiu de R$ 133,50 para R$ 133,00 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca desvalorizou de R$ 143,50 para R$ 143,00.

Em Rondonópolis (MT), o valor subiu de R$ 124,00 para R$ 125,00. Em Dourados (MS), a cotação passou de R$ 125,50 para R$ 124,50. Em Rio Verde (GO), a saca caiu de R$ 127,00 para R$ 125,00.

CHICAGO

* Os contratos com vencimento em janeiro operam com baixa de 0,01%, cotados a US$ 13,07 por bushel.

* O mercado mantém o tom negativo das últimas sessões, à medida que as chuvas no Brasil e na Argentina diminuem as preocupações com a oferta global.

* O avanço da colheita dos Estados Unidos, de acordo com a expectativa dos analistas, mas acima da média, completa o quadro negativo.

* Por outro lado, limita uma maior queda o cenário internacional favorável, com o petróleo subindo em Nova York e a desaceleração do dólar frente a outras moedas correntes.

* O Departamento de Agricultura dos EUA (USDA) divulgou ontem relatório sobre a evolução colheita das lavouras de soja. Até 29 de setembro, a área colhida estava apontada em 85%. Na semana passada, eram 76%. A expectativa do mercado era de exatos 85%. Em igual período do ano passado, a colheita era de 87%. A média é de 78%.

PRÊMIOS

* As cotações FOB da soja recuaram na segunda-feira nos portos brasileiros, pressionadas pelo recuo dos contratos futuros na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT). Os prêmios pouco se alteraram em mais um dia de pouca atividade. Os produtores monitoram o clima e o avanço do plantio.

* Os prêmios de exportação da soja estavam em 10 a 40 sobre Chicago no final da segunda no Porto de Paranaguá, para novembro. Para fevereiro de 2024, o prêmio era de -80 a -55. Para março de 2024, o prêmio estava em -110 a -80 pontos, conforme dados de SAFRAS & Mercado.

* O preço FOB (flat price) para fevereiro ficou entre US$ 456,40 e US$ 469,70 a tonelada na segunda-feira. No dia anterior, a cotação oscilou entre R$ 460,50 e R$ 465,60.

CÂMBIO

* O dólar comercial opera com baixa de 0,67% a R$ 5,0132. O Dollar Index recua 0,08% a 106,04 pontos.

INDICADORES FINANCEIROS

* As principais bolsas da Ásia fecharam mistas. Xangai, -0,09%; Tóquio, +0,53%.

* As principais bolsas na Europa operam firmes. Paris, +1,03%; Frankfurt, +0,59%; Londres, +0,52%.

* O petróleo registra cotações mais altas. O WTI para dezembro sobe 0,83%, a US$ 82,97 o barril.

AGENDA

– O IBGE divulga, às 9h, a PNAD Contínua Mensal de setembro.

– Dados sobre as lavouras do Paraná – Deral, na parte da manhã.

—–Quarta-feira (1/11)

– O IBGE divulga, às 9h, a Pesquisa Industrial Mensal: Produção física de setembro.

– EUA: A posição dos estoques de petróleo até sexta-feira da semana passada será publicada às 11h30 pelo Departamento de Energia (DoE).

– O Ministério do Desenvolvimento, da Indústria. do Comércio e Serviços divulga, às 15h, a balança de outubro.

– EUA: O Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) divulga decisão de política monetária e projeções econômicas após reunião às 15h.

– Segundo dia de reunião do Copom e divulgação da taxa Selic.

—–Quinta-feira (2/11)

– Feriado no Brasil.

– Alemanha: A taxa de desemprego de setembro será publicada às 5h55 pelo Destatis.

– Reino Unido: A decisão de política monetária será publicada às 9h pelo Banco da Inglaterra.

– Exportações semanais de grãos dos EUA – USDA, 9h30.

– Dados de desenvolvimento das lavouras argentinas – Bolsa de Cereais de Buenos Aires, 15hs.

– Relatório de condições das lavouras da Argentina – Ministério da Agricultura, na parte da tarde.

– Dados sobre o desenvolvimento das lavouras no RS – Emater, na parte da tarde.

—–Sexta-feira (3/11)

– Alemanha: O resultado da balança comercial de setembro será publicado às 4h pelo Destatis.

– Eurozona: A taxa de desemprego de setembro será publicada às 7h pela Eurostat.

– EUA: O número de empregos criados ou perdidos pela economia (payroll) e a taxa de desemprego referentes a outubro serão publicados às 9h30 pelo Departamento do Trabalho.

– O Imea divulga relatório sobre a evolução das lavouras no Mato Grosso.

Autor/Fonte: Dylan Della Pasqua / Agência SAFRAS

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares