InícioDestaqueMercado: Milho fechou em alta com correção do mercado

Mercado: Milho fechou em alta com correção do mercado

FECHAMENTOS DO DIA 03/04

Mercado: A cotação de maio24, referência para a nossa safra de verão, fechou em alta de 1,23 % ou $ 5,25 cents/bushel a $ 431,75. A cotação para julho24, fechou em alta de 0,91 % ou $ 4,00 cents/bushel a $ 445,00.

ANÁLISE DA ALTA

O milho negociado em Chicago fechou em alta nesta quarta-feira. O mercado passou por correção após ter recuado nas duas sessões anteriores e acumulado perda de 3,50% no período. O fortalecimento do petróleo, que melhora a competitividade relativa do etanol, também deu suporte aos preços.

O clima nos EUA foi outro fator importante para a cotação do milho no dia. Se por um lado, as novas chuvas estão aliviando o “prêmio” hídrico, por outro elas estão atrasando o plantio em algumas regiões. No entanto, o Iowa, o maior estado produtor de milho, ainda tem 71,27% do estado com algum grau de seca, o que pode levar os investidores a reduzirem, no curto prazo, a grande posição vendida de milho na bolsa.

NOTÍCIAS IMPORTANTES
BRASIL/ETANOL DE MILHO-INPASA VAI INAUGURAR DUAS NOVAS UNIDADES PRODUTORAS DE ETANOL DE MILHO NOS PRÓXIMOS MESES

A Inpasa, maior fabricante de biocombustíveis a partir de milho, vai inaugurar nos próximos meses mais duas usinas, uma em Sidrolândia (MS), e outra em Balsas (MA), totalizando sete unidades.

Com isso, a capacidade de processamento subirá de 7,5 milhões de toneladas para 12 milhões de t de grãos por ano, resultando em cerca de 5 bilhões de litros do biocombustível, um crescimento de cerca de 40% em relação aos atuais 3,5 bilhões de litros.

ANEC-BRASIL DEVE EXPORTAR 25 MIL TONELADAS DE MILHO EM ABRIL

Abaixo das 140,56 mil toneladas do terceiro mês do ano. A estimativa da Anec é feita a partir da programação portuária dos navios. Na semana de 24 a 30 de março não teve registros para o milho. Para a semana corrente, entre 31 de março e 6 de abril, a Anec estima embarques de 27 mil toneladas de milho.

CHINA-PRODUÇÃO DEVE AUMENTAR 2,4% EM 2024/25, PARA 296 MILHÕES DE T E IMPORTAÇÕES CAIR PARA 20 MT, DIZ USDA EM PEQUIM

A produção chinesa de milho na temporada 2024/25 deve somar 296 milhões de toneladas, de acordo com a representação do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) em Pequim.

O volume representa aumento de 2,4% ante a estimativa para o ciclo 2023/24, de 288,84 milhões de toneladas. Segundo a agência, o avanço deve ocorrer devido à melhora dos rendimentos e uma área de plantio ligeiramente maior, apesar das políticas governamentais que incentivam a ampliação da área de soja e a redução da área de milho.

As importações chinesas de milho em 2024/25 devem alcançar 20 milhões de toneladas, segundo o USDA, abaixo das 23 milhões de toneladas projetadas para 2023/24. Em nota, o USDA afirmou que o Brasil é o principal fornecedor do produto para a China, e estima-se que o país tenha adquirido cerca de 2,5 milhões de toneladas de milho do Brasil para entrega no primeiro semestre deste ano, além de 2 milhões de toneladas da Ucrânia.

B3-MERCADO FUTURO DE MILHO NO BRASIL
B3: Na contramão do mercado internacional, milho fecha em relativa estabilidade

Os principais vencimentos de milho fecharam o dia em variações negativas nesta quarta-feira (03). Apesar dos vencimentos apresentarem relativa estabilidade, o movimento foi de queda em grande parte da sessão, acompanhando o mercado internacional. Ao final da sessão, no entanto, o dólar deu o ritmo dos negócios, que se recuperaram principalmente nos vencimentos mais longos.

Analistas acreditam que com a menor área de milho vindo nos Estados Unidos, e um mercado internacional ainda aquecido, o segundo semestre possa se apresentar de forma mais positiva.

OS FECHAMENTOS DO DIA 03/04

Diante deste quadro, as cotações futuras fecharam em variações mistas: o vencimento de maio/24 foi de R$ 58,89 apresentando estabilidade de R$ 0,00 no dia, baixa de R$ 0,77 na semana; julho/24 fechou a R$ 59,26, baixa de R$ 0,14 no dia, baixa de R$ 0,31 na semana; o vencimento setembro/24 fechou a R$ 60,88, alta de R$ 0,12 no dia e baixa de R$ 0,21 na semana.

Fonte: T&F Agroeconômica



Acompanhe nosso site, siga nossas mídias sociais (SiteFacebookInstagramLinkedinCanal no YouTube)


Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares