InícioDestaqueNovo Plano Safra 24/25 tem aumento de 16,5% nas linhas de crédito...

Novo Plano Safra 24/25 tem aumento de 16,5% nas linhas de crédito de investimentos

O ministro da Agricultura e Pecuária, Carlos Fávaro, ressaltou que, no novo Plano Safra 24/25, as linhas de crédito de investimentos para os produtores rurais tiveram um aumento de 16,5%, alcançando o valor de R$107,3 bilhões, que é uma parte dos R$ 400,59 bilhões destinados para financiamentos. Declaração ocorreu durante participação no programa Bom Dia, Ministro, do CanalGov, nesta quinta-feira (4).

Fávaro apresentou que, para o Programa de Financiamento à Agricultura Irrigada e ao Cultivo Protegido (Proirriga), houve incremento de recursos e aumento de 6% a mais de limite para os produtores. “Esta é uma das linhas de créditos importante, é um programa de incentivo à irrigação. Com o aumento dos valores, os produtores vão poder comprar mais equipamentos, ampliar as suas irrigações e continuar produzindo com sustentabilidade”, destacou.

O ministro da Agricultura reforçou também que os custos dos insumos agrícolas caíram 23%. “Nesses dois anos os custos de produções, preços de adubos, sementes, os custos dos insumos caíram em uma média ponderada de 23%, e mais o aumento de 40% nos recursos. É mais recurso chegando no campo, nos produtores, financiando a safra, financiando equipamentos. Isso não é bom só para o campo, é bom para cidade também, porque lá na cidade a economia aquece, gera empregos, oportunidades”, ressaltou. Completou explicando que, com isso, o Plano acaba sendo mais eficaz em cerca de 63%, com maior cobertura e mais recursos disponíveis.

Na ocasião, foi destacado o papel fundamental da agropecuária na economia do país e o empenho do Governo Federal no trabalho do crescimento da agricultura. Somente neste ano foram disponibilizados mais de R$ 16 bilhões de recursos do Tesouro Nacional para a agropecuária. “Com a devida relevância e importância, nós tivemos o maior incremento de recursos públicos no Plano Safra desse ano”, afirmou Carlos Fávaro.

ESCOAMENTO DE SAFRA

Durante a participação no programa “Bom Dia, Ministro”, Fávaro afirmou que a infraestrutura e logística são essenciais para o desenvolvimento do agronegócio brasileiro. “Nada é mais relevante num país continental como o Brasil do que infraestrutura e logística eficiente. Nós estamos falando de commodities de produtos de baixo valor agregado onde o frete impacta muito no preço quer seja para nós sermos competitivo na exportação quer seja para chegar ao alimento da nossa mesa”, disse.

Além disso, apresentou que o Mistério da Agricultura e Pecuária (Mapa) está investindo em logística, no novo Plano Safra foram disponibilizados R$ 200 milhões para as cooperativas com juros mais baixos para a construção de armazéns. “Não basta só ter rodovias, ferrovias, integrar os modais, portos eficientes se não tem armazém para guardar safra, então é um conjunto de ações que faz a nossa agropecuária ser mais competitiva nisso”, destacou.

ARROZ

Na noite dessa quarta-feira (5), o ministro Carlos Fávaro e o ministro do Desenvolvimento Agrário e Agricultura Familiar, Paulo Teixeira, se reuniram com representantes do setor da indústria e produtores de arroz, e fizeram o compromisso de monitorar os preços e a distribuição do grão após o cancelamento do leilão do arroz.

“Todos concordamos que tem arroz suficiente. Esse arroz tem que chegar de forma rápida mesmo do produtor, com preço justo, bater a especulação. Nós vamos monitorar e na medida que os preços normalizem, sem especulação, não se faz necessário ter mais leilão” afirmou Fávaro.

Explicou ainda que o Governo Federal, por determinação do presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, irá trabalhar para o estímulo do plantio de arroz em outras regiões do Brasil, além da região Sul.

AÇÕES DE APOIO AO RIO GRANDE DO SUL

Além da instalação do Gabinete Itinerante e a suspensão de dívidas dos produtores rurais gaúchos até o dia 15 de agosto, Fávaro apresentou que os próximos passos de apoio ao estado é o trabalho na repactuação dos endividamentos dos agricultores e pecuaristas.

O estado será contemplado com R$368 milhões para Seguro Rural no novo Plano Safra 24/25. Serão 26 mil produtores atendidos e cobertura de 1.200 milhão de hectares.

ENTREGAS

Nesta quinta-feira (5) e sexta-feira (6), o Mapa está promovendo as entregas de equipamentos agrícolas para três estados: Espírito Santo, Rio Grande do Sul e Rondônia.

Na quinta-feira, serão entregues 16 equipamentos para o Espírito Santo e na sexta-feira serão realizadas entregas simultâneas no Rio Grande do Sul com 36 equipamentos e em Rondônia com 17 equipamentos. “São ações do governo do presidente Lula juntamente com os parlamentares de cada estado”, afirmou Carlos Fávaro.

ABERTURA DE MERCADO

Desde o início da atual gestão, foram abertos 152 novos mercados para a agropecuária brasileira para 52 países. Em 2023 foram 78 novos mercados, atualmente em 2024 foram 74 aberturas. “Quase batemos um recorde anual em meio ano, é espetacular, vendemos de tudo um pouco dentro da agropecuária”, disse Carlos Fávaro.

Fonte: MAPA



 

FONTE

Autor:Ministério da Agricultura e Pecuária

Site: MAPA

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares