Os contratos futuros da soja negociados na Bolsa de Mercadorias de Chicago (CBOT) fecharam a quarta-feira com preços em baixa pela segunda sessão consecutiva. O mercado voltou a realizar parte dos lucros acumulados recentemente.

A forte baixa do petróleo – que já recua cerca de 2% em Nova York – e a previsão de clima favorável em importantes regiões produtoras dos Estados Unidos contribuem para a correção.

O mercado também espera novidades sobre as negociações entre China e Estados Unidos, que marcou avanço na semana passada e garantiu os ganhos da semana anterior, com os chineses comprando 720 mil toneladas no mercado americano.

Os agentes também avaliam a decisão do Federal Reserve que cortou a taxa básica de juros dos Estados Unidos em 0,25 ponto percentual, confirmando a expectativa do mercado.

Os contratos da soja em grão com entrega em novembro fecharam com baixa de 5,00 centavos ou 0,55% em relação ao fechamento anterior, a US$ 8,88 ¾ por bushel. A posição janeiro teve cotação de US$ 9,02 1/4 por bushel, com perda de 5,00 centavos ou de 0,55%.

Nos subprodutos, a posição dezembro do farelo fechou com baixa de US$ 2,50 ou 0,85% a US$ 295,40 por tonelada. No óleo, os contratos com vencimento em dezembro fecharam a 30,00 centavos de dólar, alta de 0,01 centavo ou 0,03% na comparação com o fechamento anterior.

Fonte: Agência SAFRAS


Texto originalmente publicado em:
Safras&mercado
Autor: age

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.