Praticar agricultura no século XXI, sem caminhar lado a lado com a tecnologia e conhecimentos científicos, que combinados, damos o nome de agricultura de precisão, é contraproducente. Além de uma boa gestão, o sucesso da safra agrícola vai além de fatores individuais, e a aplicação de defensivos agrícolas é uma das principais, que não deve ser deixada em segundo plano.

Os defensivos agrícolas que protegem as lavouras contra pragas e doenças, estão entre as principais práticas que elevam a produtividade no campo.  A aplicação de defensivos é realizada com o auxílio de implementos especializados, como os pulverizadores convencionais ou autopropelidos, que são de extrema importância para o controle de organismos prejudiciais as culturas.

Nesse sentido, a evolução tecnológica da agricultura tem disponibilizado produtos para pulverização de alta performance. O mercado da pulverização agrícola conta com inúmeras variedades de bicos e maquinários, que promovem uma aplicação de forma segura e eficiente, de acordo com cada necessidade. Um dos principais fatores na pulverização agrícola é o tipo de bico a ser utilizado para a aplicação dos defensivos. O uso frequente de bicos inadequados tem gerado perdas de produtividade e rentabilidade das lavouras.

Abaixo, seguem os principais bicos utilizados com suas principais características:

  • Bico Cone: Formado por tubo helicoidal, com uma ponta em forma circular possuindo dois tipos, o cone vazio e o cone cheio. Trabalha sobre altas pressões atendendo culturas perenes e anuais. Utilizado para aplicação de inseticidas e fungicidas por contato, é possível utilizar diferentes vazões, ângulos e abertura para determinar o tamanho das gotas.

    Fonte:https://www.jacto.com/brasil/products/bicos-ceramicos/jacto-jfc.
  • Bico Leque: Sua saída é um “V” invertido formado por uma elipse, possuindo dois tipos, o leque padrão e o leque uniforme. Sua disposição é maior no centro se dissipando nas extremidades. É o mais utilizado em pulverizadores de barra. Distribuição uniforme é atingida quando a altura e os espaçamentos entre os bicos estão calibrados para se cruzarem; utilizados principalmente para aplicação de herbicidas.
Fonte:http://www.osten.com.br.
  • Bico de indução a ar: Trabalha em alta pressão. Possui dois orifícios por onde o ar passa. O primeiro, chamado de pré-orifício, mede a vazão e o segundo conhecido como o de saída, forma o padrão da pulverização. Este bico permite a redução da deriva que é o fenômeno de transporte das partículas do defensivo, pelo vento, para áreas não alvo.
Fonte:https://www.herbicat.com.br/produto/ponta-teejet-visiflo-inox-com-inducao-de-araiub.html.

Na sequência seguem duas tabelas com análise da eficiência dos bicos:

Fonte:http://teejet.it/media/350060/li-ms112%20users%20guide%20portuguese.pdf.
Fonte:http://teejet.it/media/350060/li-ms112%20users%20guide%20portuguese.pdf.

Desse modo, para que os defensivos agrícolas sejam usados de maneira correta é fundamental que o produtor rural mantenha o pulverizador em bom estado. A calibração adequada e os bicos desobstruídos são fundamentais para se obter a máxima eficiência.

O bico adequado deve ser selecionado conforme a necessidade da aplicação. A escolha do bico depende de fatores associados à prática da aplicação como: o ciclo da planta, o tipo de doença, praga ou planta daninha, as temperaturas, vento e umidade naquele momento, do tipo de equipamento pulverizador e tamanho da área a ser aplicada.

Portanto, para facilitar a vida do produtor, existe no mercado um aplicativo que ajuda a escolher o bico ideal a ser utilizado, chamado de Smart Selector. Essa ferramenta foi desenvolvida pela empresa JACTO, que permite que o produtor selecione de forma prática e eficiente o bico correto que deve ser utilizado no pulverizador para o uso do defensivo. Essa escolha se baseia por meio de indicação de variáveis climáticas, agronômicas e operacionais, na qual o aplicativo faz, de forma automática, uma rápida seleção dos possíveis modelos de bicos a serem utilizado, garantindo uma máxima eficiência na aplicação.. Esse aplicativo pode ser encontrado de forma gratuita para Android e Iphone, nas lojas virtuais de cada sistema.



Texto: Giulian Rafael da Luz – Bolsista do grupo PET Agronomia/UFSM.

2 Comentários

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.