InícioDestaqueReguladores de crescimento em trigo: Por que e quando aplicar?

Reguladores de crescimento em trigo: Por que e quando aplicar?

O trigo (triticum spp.) é a principal cultura de inverno cultivada no sul do Brasil, sendo os estados do Rio Grande do Sul e Paraná os principais responsáveis pela produção desse grão no país. Para a safra de 2023 a  Companhia Nacional de Abastecimento (CONAB) estima uma produção de 9,773 milhões de toneladas no país, com uma produtividade média estimada em 2.888 kg por hectare.

Diante disso, torna-se imprescindível conciliar medidas de manejo que visem reduzir as perdas e consequentemente aumentar a rentabilidade dos produtores. Dentre essas medidas de grande importância como o manejo de nitrogênio, se destaca a utilização de reguladores de crescimento que tem como objetivo reduzir a estatura das plantas de trigo e consequentemente conferir uma maior resistência ao acamamento. Esse  acamamento na cultura do trigo é mais suscetível em cultivares que apresentam predisposição a isso, e é intensificada quando se usa altas doses de nitrogênio, e ocorre principalmente na fase de enchimento de grãos e.limita a translocação de carboidratos na planta. Na colheita, as plantas acamadas  estão sujeitas a germinação dos grãos na espiga, além das espigas não serem alcançadas na barra de corte das colhedoras, acarretando em perdas de produtividade (Penckowski et. al, 2009).

Como forma de minimizar  o acamamento, uma das estratégias  é o da utilização dos reguladores de crescimento, sendo o regulador mais utilizado, o trinexapac-ethyl, que irá interferir no final da rota metabólica da biossíntese do ácido giberélico (responsável por promover o crescimento do caule, e estimular a expansão e divisão celular), através dessa modificação ocorrerá a redução do alongamento dos entrenós no estádio vegetativo.

A eficiência da utilização desse regulador de crescimento na redução da altura das plantas, está diretamente associada à época de aplicação do produto. Nesse sentido, a recomendação é realizá-la após o aparecimento do primeiro visível e do segundo perceptível.  Em estádios de crescimento anteriores o resultado na altura final das plantas será pequeno, pois o efeito redutor vai ocorrer principalmente nos primeiros entrenós, que por natureza já são mais curtos. Aplicações tardias reduzem sensivelmente o tamanho das plantas, devido ao efeito ocorrer sobre os entrenós superiores, mais longos, e podem retardar o espigamento, o que dependendo das condições provoca prejuízos na produtividade final de grãos.

O uso do regulador de crescimento pode ou não interferir na produtividade do trigo, isso dependerá da resposta da cultivar ao manejo, sendo capaz de aumentá-la por reduzir o índice de acamamento quando aplicado na época correta, ou até mesmo diminuí-la por possível efeito fitotóxico ao produto. Além disso, é importante evitar a mistura em tanque com outros agroquímicos, com o intuito de se buscar a máxima eficiência do produto.

Por fim, cabe destacar que os reguladores de crescimento são importantes ferramentas no manejo do trigo, porém é necessário avaliar as condições da lavoura, tais como: cultivar, ambiente, manejo, adubação nitrogenada e época de aplicação do redutor, com o objetivo de avaliar se é ou não necessário a aplicação deste insumo, visando a máxima lucratividade.

Texto escrito por  Caetano Rocha e Diogo Verzegnazzi, acadêmicos do curso de Agronomia da UFSM campus de Frederico Westphalen, membros do Programa de Educação Tutorial (PET) Ciências Agrárias, sob acompanhamento do tutor, professor Dr. Claudir José Basso. 




Referências

CANAL RURAL. “Trigo: Conab projeta safra de 9,773 mi de t em 2023.” Disponível em:<https://www.canalrural.com.br/radar/trigo-conab-projeta-safra-de-9773-mi-de-t-em-2023/>. Acesso em: 16/07/2023.

EMBRAPA. “Para evitar acamamento do trigo pesquisadores da Embrapa fazem recomendações aos produtores”. Disponível em: <https://www.embrapa.br/busca-de-noticias/-/noticia/1834127/para-evitar-acamamento-do-trigo-pesquisadores-da-embrapa-fazem-recomendacoes-aos-produtores#:~:text=%22Deve%2Dse%20aplicar%20o%20redutor,%2C%20etc%22%2C%20explica%20Bassoi>. Acesso em: 19/07/2023.

PENCKOWSKI, Luis Henrique. “Nitrogênio e redutor de crescimento em trigo de alta produtividade”. Disponível em: <https://www.scielo.br/j/asagr/a/JH7KWsFXjXmD5f7jV49GXZz/?lang=pt>. Acesso em: 18/07/2023.

SANTOS, M. S. “Quando aplicar Trinexapac-ethyl no trigo?”. Disponível em: <https://maissoja.com.br/quando-aplicar-trinexapac-ethyl-no-trigo/>. Acesso em: 19/07/2023.

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares