InícioDestaqueSoja fechou novamente em baixa com ajustes pré relatório trimestral

Soja fechou novamente em baixa com ajustes pré relatório trimestral

FECHAMENTOS DO DIA

O contrato de soja para julho24, referência para a safra brasileira, fechou em baixa de -0,90%, ou $ -10,50 cents/bushel a $ 1152,25; A cotação de setembro24, fechou em baixa de -0,53 % ou $ -6,00 cents/bushel a $ 1136,25. O contrato de farelo de soja para julho fechou em alta de 0,06 % ou $ 0,2 ton curta a $ 361,1 e o contratode óleo de soja para julho fechou em alta de 0,09 % ou $ 0,04/libra-peso a $ 43,49.

ANÁLISE DA BAIXA

A soja negociada em Chicago fechou em baixa nesta quinta-feira. O desempenho do mercado refletiu ajustes de posição antes dos relatórios de área plantada e trimestral de estoques, que o USDA publica nesta sexta-feira. O mercado espera um leve aumento na área plantada e um dos estoques em 1º de junho de 26,05 milhões de toneladas ante 21,67 milhões de toneladas do ano anterior.

“É justo dizer que a expectativa é de que os EUA tenham oferta abundante de milho, trigo e soja ao fim deste ano comercial (2024/25)”, disse Jake Hanley, diretor-gerente da Teucrium Trading. Dados de vendas externas dos EUA vieram mais próximos do piso das estimativas do mercado e também pressionaram as cotações.

NOTÍCIAS IMPORTANTES
EUA-EXPORTAÇÕES FOI NEGATIVO

O relatório semanal das exportações dos EUA foi negativo para o mercado, desta vez para o segmento de 14 a 20 de junho, dado que o USDA reportou hoje vendas de soja 2023/2024 de 282,9 mil toneladas, abaixo das 556,5 mil toneladas do relatório anterior e do intervalo antecipado pelos operadores, entre 300 mil e 600 mil toneladas. Com 77,7 mil toneladas, a China foi o principal comprador.

Em relação ao ciclo 2024/2025, a entidade reportou negócios de 101,8 mil toneladas, acima das 84 mil toneladas da semana passada.

EUA-MAIS ÁREAS DE SECA SOBRE A SOJA AMERICANA

Após atualizar o mapa que monitora a seca nos Estados Unidos, o Centro Nacional de Mitigação de Secas da Universidade de Nebraska-Lincoln elevou a área com seca moderada no Centro-Oeste de 0,78 para 3,86%. Isto foi consequência do défice de umidade que começou a ser evidente na porção oriental daquela zona central de produção de grãos grossos.

Em linha com isto, o USDA assinalou um aumento de 2 para 7% da área coberta com soja que sofre algum nível de seca, valor que ficou longe dos 63% em vigor há um ano.

BRASIL/BIODIESEL-CVALE COMEÇA A PRODUZIR ÓLEO DEGOMADO

A esmagadora de soja da C.Vale, cooperativa com sede em Palotina (PR), realizou na segunda-feira (24) o carregamento das primeiras 76 toneladas de óleo degomado para fabricação de biodiesel. Em nota, a C.Vale disse que duas carretas com o produto foram enviadas à empresa Be8, de Marialva (PR). “A produção do derivado da soja ocorreu 11 dias depois do início das operações da indústria de R$ 1 bilhão que utiliza tecnologias da Bélgica, Suíça, Alemanha e Canadá.

A esmagadora começou a funcionar no dia 13 de junho e já está entregando farelo para a produção de rações pela própria cooperativa”, informou. Segundo o gerente da C.Vale, Samuel Rubert, a indústria começou processando 36 mil sacas e deverá chegar à capacidade máxima de 60 mil sacas em outubro.

Fonte: T&F Agroeconômica



Acompanhe nosso site, siga nossas mídias sociais (SiteFacebookInstagramLinkedinCanal no YouTube)


 

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares