Solo: pH interfere no crescimento das plantas, disponibilidade de nutrientes e eficiência dos fertilizantes

0
537

A acidez do solo é um dos principais fatores limitantes da produtividade das culturas agrícolas. O Alumínio disponível presente nos solos ácidos é tóxico para as plantas, inibindo o crescimento das raízes, atuando como uma barreira química, afetando consequentemente a absorção de água e nutrientes da solução do solo.

Entretanto, os efeitos do pH baixo vão além do impacto direto no crescimento das plantas. Segundo Gitti; Roscoe; Rizzato (2019), o pH do solo exerce influência sobre a disponibilidade dos nutrientes no solo. Os autores destacam que, com exceção dos micronutrientes catiônicos (ferro, cobre, manganês e zinco), todos os demais nutrientes importantes para a planta têm sua disponibilidade reduzida em baixos pHs (figura 1).

Figura 1. Disponibilidade de nutrientes no solo em função do pH do solo.

Além disso, vale destacar que, o pH do solo não interfere apenas na disponibilidade dos nutrientes no solo, mas também, na eficiência os fertilizantes aplicados nele. Resultados de pesquisa demonstram que, dependendo do fertilizante e nutriente, a eficiência do insumo sob condições inadequadas de pH pode ser inferior a 27%. Dentre os fertilizantes com eficiência mais prejudicada pelo pH do solo, destacam-se as formulações a base de Nitrogênio, Cálcio, Magnésio, Fósforo e Potássio.


undefined


Figura 2. Eficiência de adubos em função do pH do solo.

Nesse contexto, corrigir o pH do solo é necessário não apenas para evitar restrições químicas ao crescimento e desenvolvimento vegetal, como também, aumentar a disponibilidade dos nutrientes para as plantas, bem como maximizar a eficiência dos fertilizantes fornecidos ao sistema de produção, sendo recomendado para a cultura da soja, trabalhar com solos de pH variando entre 6,0 e 6,5, além de respeitar o intervalo entre calagem e semeadura de pelo menos 90 dias.


Veja mais: Confira os principais corretivos agrícolas utilizados para corrigir o pH do solo


Referências:

GITTI, D. C.; ROSCOE, R.; RIZZATO, L. A. MANEJO E FERTILIDADE DO SOLO PARA A CULTURA DA SOJA. Fundação MS, Tecnologia e Produção: Soja 201/2019, 2019. Disponível em: < https://www.fundacaoms.org.br/wp-content/uploads/2021/02/Tecnologia-e-Producao-Soja-Safra-20182019.pdf >, acesso em: 31/05/2024.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.