A liquidez está lenta no mercado interno de trigo neste fim de ano, especialmente devido à demanda enfraquecida. Compradores consultados pelo Cepea se mostram abastecidos e atentos à desvalorização do dólar frente ao Real. Dessa forma, as cotações recuaram nos últimos dias em todas as praças acompanhadas pelo Cepea.

No campo, apesar das adversidades climáticas em outubro e novembro, a safra do Rio Grande do Sul foi considerada positiva, de acordo com a Emater/RS, em função do rendimento e da qualidade dos grãos obtidos.

Além disso, segundo a Câmara Setorial do Trigo do Rio Grande do Sul, a expectativa é de que o estado tenha uma colheita de boa qualidade nesta safra, entre 2,3 a 2,5 milhões de toneladas, a ser confirmada nos próximos dias. Para o próximo ano, a perspectiva é de aumento de área, que pode voltar a ser em torno de um milhão de hectares, número que o estado não alcança desde 2014.




Fonte: Cepea – www.cepea.esalq.usp.br

Texto originalmente publicado em:
Cepea
Autor: Cepea

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.