O mercado gaúcho de arroz, principal referencial nacional, teve leve queda nos preços ao final da terceira semana de outubro. “A necessidade de caixa por parte dos produtores para o custeio da próxima safra e o pagamento dos vencimentos das últimas parcelas do custeio da safra passada pressionaram as cotações”, enumera o analista de SAFRAS & Mercado, Gabriel Viana.

Na média do Rio Grande do Sul, a saca de 50 quilos encerrou a quinta-feira (17) cotada a R$ 45,73, queda semanal de 0,15%. Ainda acumula alta de 0,73% frente ao mês anterior e é 1,56% superior frente ao mesmo período do ano passado.

No cenário internacional, destaque para a produção de arroz beneficiado do Vietnã, que deverá totalizar 27,781 milhões de toneladas no ano comercial 2019/20 (início em janeiro de 2020), ante 27,767 milhões de toneladas na temporada anterior. Os números constam no relatório Gain Report, do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

A área em 2019/20 no Vietnã foi estimada em 7,615 milhões de hectares, mesmo patamar da temporada anterior. As exportações devem totalizar 6,5 milhões de toneladas em 2019/20, mesmo nível da temporada anterior.

Na Argentina, a área a ser cultivada com arroz na safra 2019/2020 foi estimada em 194 mil hectares, uma retração de 0,5% sobre a temporada anterior, segundo dados de outubro divulgados pelo Ministério da Agroindústria daquele país.

Fonte: Agência SAFRAS


Texto originalmente publicado em:
Safras&mercado
Autor: Agência SAFRAS

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.