Aplicação de fungicidas foliar responde MENOS em área SEM tratamento de sementes!

Vídeo mostra o resultado de um estudo que demonstra a importância do TS (Tratamento de Sementes) para a proteção de todo o ciclo da planta. O uso de fungicidas sítio-específicos + multissítios promovem maior produtividade em áreas com TS do que sem.

Confira o vídeo na íntegra aqui.



3 em 1 (caminhão/plantadeira/trator)

O projeto específico do Novo Dolly Modular permite a utilização do mesmo chassi em todas as famílias de produto. Apenas mudando-se o cambão, a modularidade atende os diversos comprimentos de combinações e modelos de rodotrem, que se unem por Engate Esférico ou Pino-Rei. O Pino-Rei vem combinado a uma outra novidade no portfólio da Randon.

Confira a notícia na íntegra clicando aqui.


Aplicação de fósforo: linha de semeadura ou a lanço?

Às vésperas do início da semeadura da soja no estado do Rio Grande do Sul, várias dúvidas surgem quanto ao manejo que será adotado nessas áreas, especialmente no que diz respeito a aplicação de fertilizantes.

Dentre os nutrientes essenciais a cultura está o fósforo, que constitui estruturas importantes de plantas e é responsável por diversas reações bioquímicas.

Confira o trabalho na íntegra clicando aqui.


Lagarta-do-cartucho X Lagarta-rosca: Como diferenciar?

As lagartas Spodoptera frugiperda (lagarta-do-cartucho) e  Agrotis ipsilon (lagarta-rosca) podem ser facilmente confundidas. Na cultura do milho, a lagarta-do-cartucho pode causar injurias parecidas com as ocasionadas pela lagarta-rosca, como a perfuração do colmo ou corte da planta na base.

Confira a notícia na íntegra clicando aqui.


Estudo comprova: plantas geneticamente modificadas podem ocorrer naturalmente e em larga escala

Fonte:https://www.google.com.br

Resultados publicados recentemente pela revista” Plant Molecular Biology” mostram que as plantas transgênicas ocorrem na natureza em uma escala inesperadamente grande. No estudo, foi observado que essa transferência causada por Agrobacterium ocorre naturalmente em pelo menos 39 espécies de dicotiledôneas.

Confira o estudo na íntegra aqui.


Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.