Coinoculação da soja, uma ferramenta de baixo custo e bons resultados

A semeadura da soja se aproxima e com ela práticas de manejo fundamentais para a obtenção de boas produtividades. Sendo o nitrogênio o macronutriente mais exigido pela cultura da soja, o processo de inoculação com bactérias do gênero Bradyrhizobium é fundamental para fornecer o nitrogênio necessária para boas produtividades de soja e evitar a suplementação do nutriente com fertilizantes nitrogenados.

Confira o texto completo aqui.


Anvisa autoriza uso de estoques de Paraquate na safra 20/21

Produtores de soja, milho e algodão que possuem estoques do herbicida Paraquate estão autorizados a utilizar o produto no decorrer da safra 2020/2021. A autorização foi concedida pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) durante Reunião de Diretoria Colegiada, realizada nesta quarta-feira (7.10), em Brasília.

Confira a notícia na íntegra clicando aqui.



Sintomas da Buva em resposta ao uso de diferentes herbicidas e alternativas para substituição do Paraquate

O controle de plantas daninhas é uma prática indispensável no cultivo da soja. Através da matocompetição plantas daninhas como a Buva (Conyza spp.) podem ocasionar perdas de produtividade significativas na soja.

Sendo assim, evitar a matocompetição é fundamental para a obtenção de boas produtividades e o emprego de herbicidas é a forma mais usual de promover o controle de plantas daninhas. Entretanto, o banimento do Paraquate com data definida para 22 de setembro de 2020 e a dificuldade de controle da Buva devido sua resistência a diferentes herbicidas, a busca por alternativas de produtos que possibilitem o controle eficiente dessa planta daninha é indispensável para evitar a matocompetição e aumentar a sustentabilidade do cultivo.

Confira o texto e o vídeo na íntegra clicando aqui.


Cultura da soja ganha primeiro multissítio biológico no combate à ferrugem asiática da soja

Wanderlei Guerra (Consultor Aprosoja MT)
Ataques da ferrugem asiática na soja podem ser evitados com o primeiro multissítio biológico
Crédito foto: Wanderlei Guerra (Consultor Aprosoja MT)

A partir deste mês, os produtores de soja podem contar com o maior aliado para o controle da ferrugem asiática da soja: o Bio-Imune, fungicida e bactericida biológico da linha Biovalens do Grupo Vittia. O multissítio biológico possui uma formulação inovadora e superconcentrada, que atua diretamente na parte aérea das plantas, realizando ampla proteção e fortalecendo seu crescimento. Como resultado, o produto melhora a sanidade e a qualidade da lavoura de soja.

Confira a notícia na íntegra clicando aqui.


Boro contribui com a produtividade da soja?

Basicamente o que diferencia um macronutriente de um micronutriente em termos de exigência das plantas é a quantidade requerida do devido nutriente. Embora os micronutrientes sejam requeridos em menores quantidades, desempenham papel tão importante quanto os macronutrientes no metabolismo das plantas.

Confira o texto completo aqui.


Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.