InícioDestaqueMercado: Soja fechou em baixa com a fraca demanda pelo grão

Mercado: Soja fechou em baixa com a fraca demanda pelo grão

FECHAMENTOS DO DIA 23/05

O contrato de soja para julho24, referência para a safra brasileira, fechou em baixa de -0,56%, ou $ -7,00 cents/bushel a $ 1239,25; A cotação de setembro24, fechou em baixa de -0,44 % ou $ -5,50 cents/bushel a $ 1237,75. O contrato de farelo de soja para julho fechou em baixa de -0,40 % ou $ -1,5 ton curta a $ 376,7 e o contrato de óleo de soja para julho fechou em baixa de -1,50 % ou $ -0,69/libra-peso a $ 45,19.

ANÁLISE DA BAIXA

A soja negociada em Chicago fechou em baixa nesta quinta-feira. As cotações refletiram os fracos dados de vendas para exportação tanto do grão como dos subprodutos. O total de soja grão vendido entre a safra 23/24 e 24/25 foi de 344,9 mil toneladas, enquanto analistas esperavam vendas de 300 mil a 700 mil toneladas.

Sem relatos de compras oficiais da China por duas semanas, apenas cancelamentos, o mercado segue atento a baixa demanda pelo grão americano por parte dos chineses. As vendas externas de farelo de soja e óleo de soja também ficaram abaixo da expectativa do mercado.

O mercado foi pressionado também por uma redução da estiagem em áreas de cultivo dos EUA. Segundo o Monitor da Seca do país, 7% da área destinada à soja apresentava algum nível de estiagem na última semana, ante 9% na semana anterior.

NOTÍCIAS IMPORTANTES
BRASIL/CLIMA-GANHADOR DE NOBEL DA ALIMENTAÇÃO VÊ RISCO DE SECA SEVERA NO RS APÓS ENCHENTES

O cientista Rattan Lal, ganhador do Prêmio Mundial da Alimentação, disse que tragédias como as enchentes no Rio Grande do Sul não são um fenômeno isolado e foram vistas recentemente em outras partes do mundo, como no Paquistão. Ele alerta que as inundações potencializadas pelo aquecimento global tendem a ser seguidas por secas severas, devido à dificuldade do solo em absorver água. Para Lal, é preciso tornar a agricultura uma solução para o problema.

IGC AUMENTA PRODUÇÃO E REDUZ O CONSUMO (baixista)

A projeção de produção da soja em 2023/24 subiu 1 milhão de toneladas, para 391 milhões de toneladas, enquanto a estimativa de consumo global foi levemente reduzida para 381 milhões de t, segundo o IGC. Já os estoques subiram 1 milhão, para 68 milhões de toneladas. Para a temporada 2022/23, a produção estimada se manteve em 375 milhões de toneladas, com consumo e estoques estimados em 369 milhões de t e 58 milhões de t, respectivamente.

Para 2024/25, a projeção indicou produção mundial de 414 milhões de toneladas, com consumo de 404 milhões de t e estoques de 78 milhões de t. Segundo o IGC, a produção da oleaginosa em 2024/25 deve alcançar um recorde com resultados expressivos nos EUA, Brasil e Argentina, “enquanto um aumento na demanda por produtos de soja deve sustentar um processamento e uso total recordes”.

FRETES RODOVIÁRIOS-LENTA COMERCIALIZAÇÃO DA SAFRA DE GRÃOS SEGURA PREÇO EM ABRIL

O lento ritmo de comercialização de soja e milho neste ano tem influenciado nos preços de fretes no País. As cotações dos serviços de transporte rodoviário dos produtos agropecuários se encontram em níveis mais baixos em comparação com 2023 na maioria das praças analisadas pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que divulgou hoje o Boletim Logístico deste mês.

O superintendente de Logística Operacional da Conab, Thomé Guth, disse na nota que “em abril já foi possível observar redução na oferta de caminhões no principal Estado produtor de grãos no País, Mato Grosso, em grande parte por causa da migração para outros Estados, que têm demandado transportes. Além disso, a proximidade do início da colheita de milho, tem feito com que espaços precisem ser liberados nos armazéns. Desta forma, alguma reação tem sido observada no mercado e maiores preços têm sido atribuídos aos fretes rodoviários”.

EUA-EXPORTAÇÕES DE SOJA EM LINHA COM O ESPERADO

Os dados de vendas de exportação registraram 279.402 toneladas de soja reservadas na semana que terminou em 16 de maio, um retorno à semana anterior e entrando na faixa de estimativas de 275.000-550.000 toneladas. O Japão foi o comprador de 73.500 MT, com destinos desconhecidos para 70.700 MT. As vendas de safra nova ainda foram fracas, em 65.500 toneladas, com 60.000 toneladas para destinos desconhecidos.

EUA-EXPORTAÇÕES DE FARELO ABAIXO DAS EXPECTATIVAS

As vendas de farelo de soja ficaram abaixo das estimativas, com reservas 23/24 de 145.315 MT naquela semana e 51.437 MT para vendas 24/25. As vendas de óleo de soja tiveram reduções líquidas de 1.041 MT para as vendas de 23/24 e 4.038 MT para as vendas de 24/25.

BRASIL-EXPORTAÇÕES MAIORES QUE AS DOS EUA

As operadoras de frete marítimo reduziram as exportações brasileiras projetadas de soja para o mês para 13,83 milhões de toneladas, ante 14,13 milhões de toneladas anteriores. Eles enviaram cerca de 4% a mais em maio de 2023, mas ainda assim seria uma quantidade maior do que a que os EUA já enviaram em um único mês.

ARGENTINA-COLHEITA DE SOJA ALCANÇA 77,9%, DIZ BOLSA DE CEREAIS

A colheita de soja na Argentina alcançou 77,9% da área apta, avanço de 14,2 pontos porcentuais na semana, disse a Bolsa de Cereais de Buenos Aires nesta quinta-feira. No Nordeste do país, o rendimento continua abaixo da média, por causa do clima quente e seco registrado em março.

O rendimento médio nacional está em 3.120 quilos por hectare, e a estimativa de produção foi mantida em 50,5 milhões de toneladas. A condição das lavouras de soja ficou estável na última semana. Segundo a bolsa, 72% da safra apresentava condição entre normal e excelente, sem variação ante a semana anterior. A parcela em condição regular ou ruim ficou em 28%.

Fonte: T&F Agroeconômica



Acompanhe nosso site, siga nossas mídias sociais (SiteFacebookInstagramLinkedinCanal no YouTube)


 

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares