Para o agricultor, a lucratividade da nova safra está prometendo ser muito elevada, se considerarmos apenas os custos variáveis, como é de praxe para o trigo, uma vez que não é o arrimo da propriedade. Com um preço no mercado de lotes ao redor de R$ 1.170,00 FOB (este parece ser um preço universal para o trigo safra nova em todos os estados brasileiros), equivalente a R$ 70,18/saca, menos os custos de secagem, limpeza e armazenagem ao redor de R$ 5,00/saca, deverão sobrar líquidos para os agricultores para a safra nova ao redor de R$ 65,00/saca que,se comparados aos R$ 48,09/saca de custo variável (segundo o Deral-PR, para quem produz apenas 48 sacas/hectare, se a produção for maior o custo será menor), teremos um lucro de 45,94%, já garantidos no Paraná.



Fonte: T&F Agroeconômica

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.