Este fim de semana ministramos um curso de comercialização de soja para 13 RTVs na cidade gaúcha de Santa Rosa e a pergunta mais recorrente foi a de se era recomendado vender ou não para maio de 2021. Para isto, precisamos colocar na mesa os principais fatores que já são percebidos no horizonte para aquela data:

Fatores de alta

  • Demanda chinesa deve se voltar forte para o Brasil, com o acirramento das relações EUA-China, principalmente se Trump ganhar a eleição;
  • Outro motivo para a China se voltar para o Brasil será o aumento da disponibilidade brasileira, estimada em mais 11 milhões de toneladas. Com isto a China se livraria de grande parte dos problemas causados pelas relações com os EUA e não ficaria sem matéria-prima. Este fator elevaria os prêmios no Brasil;
  • A própria disputa EUA-China deverá manter alta a cotação do dólar para 2021, provavelmente um pouco acima do estimado hoje pelo Relatório Focus;
  • A relação custo de produção de R$ 70,34/preço de venda de R$ 120,00/saca atual para os preços oferecidos pelas Tradings para maior de 2021 já traz embutido um lucro aproximado de 29,41%, nada desprezível;
  • Expectativa de estoques finais menores no próximo relatório de setembro do USDA a ser divulgado na próxima sexta-feira e do IGC- International Grain Council;
  • Fatores de baixa
  • Com a China reduzindo as compras de soja americana, a tendência de Chicago será a de cair abaixo dos atuais $ 10,00/bushel


Recomendação dos analistas da T&F:

Embora não se espere que os preços atinjam os mesmo níveis da safra atual, eles ainda deverão garantir bons lucros aos agricultores na próxima safra. É sempre melhor garantir o lucro que está disponível do que sonhar com a possibilidade de um lucro futuro maior. Por isto, a velha recomendação de dividir a sua produção em 5 ou 10 lotes e ir vendendo à medida que o lucro se apresenta é a melhor entre todas.

Desta forma, nossa recomendação é a de se vender o suficiente para garantir o retorno do custo de produção e o seu lucro e deixar alguns lotes para vender posteriormente, mas acompanhando diariamente o mercado (acompanhar significa calcular a relação custo de produção/preço de venda) para não reduzir o lucro. Sempre lembrando que o foco deve estar no lucro e nunca no número do preço que lhe é apresentado, muito menos no vizinho.

Fonte: T&F Agroeconômica

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.