A safra brasileira de soja (2021/22) deverá totalizar 145 milhões de toneladas. A estimativa é do vice-presidente da Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), Hélio Sirimarco.

Segundo ele, a projeção é baseada no aumento da área plantada e da produtividade, em virtude do acelerado ritmo do plantio. “Com base nas previsões climáticas, não deveremos ter problemas”, disse.

Em sua última análise, o Gain Report, do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), também estimou uma produção de 145 milhões de toneladas, contra 137 milhões de toneladas no período anterior. Já a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) está prevendo, para a nova temporada, 140.75 milhões de toneladas.

Área plantada

O USDA estimou ainda que a área plantada deve aumentar de 39 milhões para 40.5 milhões de hectares. Segundo a Conab, essa área deve passar de 38.9 milhões para 39.91 milhões de hectares, um aumento de 2,50%.

Em análise recente, a Safras & Mercado indicou que a área deve chegar a 39.82 milhões de hectares, a maior da história, com alta de 2,30% em relação a área plantada na safra 2020/21, de 38.93 milhões de hectares.

Safra atual

Com uma possível elevação de produtividade, de 3.542 quilos para 3.590 quilos por hectare, a produção nacional de soja deve ficar acima da obtida na temporada 2020/21.

“A safra pode chegar a 142.24 milhões de toneladas, em uma projeção inicial, ou seja, será 3,70% maior que o recorde desse ano, de 137.19 milhões de toneladas”, afirmou Sirimarco.

Plantio

Informações divulgadas essa semana pela Conab mostram que o plantio da soja atingiu, até o dia 16 de outubro,  23,70% da área estimada, em comparação aos 7,70% no mesmo período do ano passado.

Por sua vez, a Datagro informou que o plantio alcançou, até 15 de outubro, 24,40% da área estimada. Segundo a consultoria, o percentual ficou acima dos 9,20% do mesmo período de 2020 e dos 15,80% da média dos últimos cinco anos.

A Datagro informou também que o plantio do milho de verão da safra 2021/22 no centro-sul do Brasil, até o dia 15, permaneceu bem acelerado em relação ao padrão normal.

A consultoria indicou que 56,60% da área total estimada para a região já está plantada, contra 41,10% na semana que terminou no dia 8 de outubro.

O avanço na última semana foi de 15,50%, bem acima dos 5,70% do mesmo período do ano passado e dos 7,80% da média dos últimos cinco anos. O percentual também está acima dos 42,80% de 2020 e dos 43,60% da média normal.

Fontes: Conab/Safras & Mercado/USDA/Datagro disponível no Portal da SNA

Texto originalmente publicado em:
Portal da SNA
Autor: Portal da SNA

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.