InícioDestaqueTecnologia biológica combate fungos pós-colheita

Tecnologia biológica combate fungos pós-colheita

Alimentos perecíveis, as frutas precisam de muitos cuidados para garantir sua conservação até o momento de serem adquiridas pelo consumidor. Nesse sentido, a redução de perdas pós-colheita nas lavouras continua sendo um desafio e produtores que investem em formas de evitar ataques de fungos e bactérias impedem que as frutas sofram deterioração e, consequentemente, percam valor de mercado ou até a capacidade de serem comercializadas.

O Bio-Imune, fungicida e bactericida microbiológico da Vittia altamente eficaz no manejo de doenças da parte aérea da planta, conta agora com registro também contra mofo cinzento (Botrytis cinerea) e podridão verde dos frutos (Aspergillus ochraceus), fungos especializados em atacar o produto final, ou seja, após a colheita.

“O fruto é a fase final de todo o desenvolvimento vegetativo da planta, e um ataque de fungos nesse momento pode significar um enorme impacto à rentabilidade do agricultor, que investiu durante todo o ciclo de produção e no momento da comercialização, pode não receber o que espera por sua colheita”, conta a gerente de Desenvolvimento de Mercado da Vittia, Cibele Medeiros. Ela explica que o tratamento com o produto biológico Bio-Imune foi altamente eficiente em manter a sanidade e a qualidade dos frutos, ganhando assim maior tempo de transporte e armazenamento até o consumo. “A tecnologia atua de forma bastante prática e acessível para os produtores. Basta submergir as frutas logo após a colheita em um tanque preparado com o produto por alguns minutos, retirá-las e esperar a secagem”, completa.

O café é outra cultura beneficiada pelo tratamento, que deve ser aplicado em pulverização sobre os grãos no terreno de secagem. “No café, o ataque pós-colheita é pelo fungo Aspergillus ochraceus, que ocasiona degradação dos grãos e, consequentemente, compromete a qualidade de bebida e o valor pago pela indústria. E o Bio-Imune se mostrou igualmente eficaz nesse controle”, destaca Cibele.

Eficácia comprovada no combate de 19 doenças em diversas culturas

Resultado de forte investimento e trabalho de pesquisa, Bio-Imune foi desenvolvido a partir da seleção e potencialização de microrganismos capazes de atuar em diferentes frentes de ação e controle – por isso é chamado de multissítio biológico. O uso do produto faz com que a planta cresça, se desenvolva adequadamente e tenha menor ocorrência de doenças, seja por ação direta de combate aos fungos e bactérias, inibição de germinação de esporos dos microorganismos que causam doenças, ou ainda pela ativação de rotas de defesa da planta.

Bio-Imune tem máxima qualidade no tratamento, com formulação super concentrada de uma cepa exclusiva de bacilos que garante alta eficiência. O produto ativa os genes de resistência da planta, impede a germinação e a penetração de fungos e bactérias que causam doenças como manchas e podridões, e possui metabólitos que tonificam as plantas, tornando-as muito mais sadias. Além disso, apresenta flexibilidade de aplicação e carência zero, trazendo mais produtividade e sustentabilidade à lavoura.

Sobre a Vittia

A Vittia, empresa brasileira de biotecnologia e nutrição especial de plantas, com soluções para diversas culturas agrícolas, está presente há 52 anos no país com a missão de permitir aos produtores ganhos de rentabilidade por área e melhoria do balanço socioambiental, entregando excelência em produtos e serviços para a agricultura.

Sempre expandindo sua atuação a favor do agronegócio por meio de pesquisa, tecnologia e desenvolvimento, a empresa, dedicada à produção de insumos de alta tecnologia para a agricultura, conta com diversos produtos nas linhas de adjuvantes, inoculantes (fertilizantes biológicos), acaricidas, controle biológico, fertilizantes foliares, fertilizantes organominerais, condicionadores de solo, micronutrientes granulados para solo e sais para a agricultura e pecuária.

A Vittia possui três unidades industriais localizadas em São Joaquim da Barra, além de unidades em Serrana, Ituverava e Artur Nogueira, no estado de São Paulo, e em Paraopeba e Patos de Minas, no estado de Minas Gerais. Atualmente, conta com cerca de 1200 colaboradores entre equipes administrativas, de produção e especialistas de campo. Comprometida com os princípios da sustentabilidade, a empresa visa criar valor por meio da inovação e ampliação de negócios com aquisições estratégicas no mercado. Em 2022, a receita líquida da empresa foi de R$ 851 milhões.

Além disso, a Vittia recebeu do MAPA o Selo Agro+ Integridade, que se destina a premiar empresas do agronegócio que, reconhecidamente, desenvolvem boas práticas de gestão de integridade, ética e sustentabilidade.

Mais informações no site e nas redes sociais YoutubeInstagramLinkedin e Facebook

Fonte: Assessoria de Imprensa Vittia



 

Equipe Mais Soja
Equipe Mais Soja
A equipe editorial do portal Mais Soja é formada por profissionais do Agronegócio que se dedicam diariamente a buscar as melhores informações e em gerar conteúdo técnico profissional de qualidade.
Artigos relacionados

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Populares