Um fenômeno um tanto quanto incomum vem sendo observado em algumas lavouras de soja, trata-se do surgimento de uma folha trifoliolada junto aos cotilédones na soja, em início de desenvolvimento.

Figura 1. Folha trifoliolada junto aos cotilédones da soja.

Fotos: @victor_hugo.agro

Possivelmente, essa condição está relacionada a fatores de estresse, tais como estresse térmico (altas temperaturas), ou estresse hídrico (baixa disponibilidade de água). A planta em uma tentativa de “acelerar” seu ciclo de desenvolvimento por não saber a duração do estresse, passa a desenvolver trifólios, posteriormente flores e legumes, se estendido o período de estresse.



Trata-se de um instinto de sobrevivência, e é possível pela capacidade de diferenciação celular das gemas apicais e axilares da planta. Algo semelhante pode ser observado quando uma planta de soja é cortada no início do desenvolvimento por pragas como lebres, lagartas etc. As gemas apicais e axilares passam a emitir brotações, permitindo com que a planta sobreviva.

Sementes com alto vigor podem ser mais responsivas a emissão de ramificações a partir do cotilédone, entretanto, isso não quer dizer que essa resposta da planta é decorrente do alto vigor, mas sim do estresse sofrido pela planta.

Embora ainda não haja estudos mais aprofundados sobre o tema, estima-se que se o estresse for superado (ocorrência de chuvas, redução da temperatura…), a planta se recupere sem haver maiores perdas de produtividade.

Veja também: Perda de cotilédones pode causar redução da produtividade da soja

Entretanto, cabe destacar que fatores interligados como o baixo vigor de semente, resultando em um lento estabelecimento das plantas a campo, podem torná-las mais suscetível a influência de estresses ambientais. Contudo, de maneira geral, caso superados os estresses, não são observados maiores danos na cultura da soja.


Acompanhe nosso site, siga nossas mídias sociais (SiteFacebookInstagramLinkedinCanal no YouTube


Redação: Maurício S. dos Santos, com assessoria de Alencar Zanon Júnior e Geraldo Chavarria.

 

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.