Vamos usar o exemplo do Rio Grande do Sul, mas serve, com as devidas adaptações, para qualquer região do Brasil. Para a safra de 2021 o preço no porto está a R$ 98,00/saca para maio, nível que dificilmente se repetirá no próximo ano, porque o grande componente (cerca de 35%) deste preço elevado é o dólar, que está hoje ao redor de R$ 5,20 para maio de 2021 e todos os 100 analistas consultados pelo Banco Central são unânimes em afirmar que deverá cair para algo ao redor de R$ 4,35/4,20, isto é 19,23% a menos do que está hoje para aquela data.

Então, se aplicarmos este percentual sobre o preço atual de R$ 98,00 para maio de 2021 no porto, ele cairá para R$ 79,00 em Rio Grande, o que significa algo ao redor de R$ 67,00 para o agricultor que deixar para fixar depois de colher. Se vender hoje a R$ 98,00 no porto o agricultor garantirá algo ao redor de R$ 89,00/saca na sua fazenda, um preço e lucro 32,83% superiores.

No RS o lucro com a soja subiu para 30,54%, mas o problema é a seca, que reduziu em 45% a colheita

No mercado físico do Rio Grande do Sul o preço da soja terminou a semana em níveis elevados, ao redor de R$ 92,00/saca posto no interior e R$ 100,00/saca no porto. Com isto o agricultor está recebendo algo ao redor de R$ 86,50/saca o que implica um lucro limpo, depois de pagas todas as despesas, de 30,54%.

O grande problema atual no estado é a seca que está destruindo cerca de 45% das lavouras, com um custo adicional, pontual, cuja cobertura está sendo estudada pelo governo. Com isto muitos agricultores tem receio de comprometer volumes que possivelmente não colherão ou que terão a qualidade comprometida pelo excesso de calor. Para a safra de 2021 o preço no porto está a R$ 98,00/saca para maio.

No Paraná os preços atingem R$ 102,00/saca no porto de Paranaguá nesta sexta-feira

No Paraná os preços pagos aos agricultores voltaram a subir novamente mais 2 reais/saca para R$ 90,00 no balcão, em Ponta Grossa. No mercado de lotes, os preços subiram um real/saca no mercado de lotes para R$ 91,00 no disponível também em Ponta Grossa para abril, maio permaneceu inalterado em R$ 92,00, subiu mais 3 reais para R$ 102,00 no Porto, para maio, mas fechou o dia em R$ R$ 99,00.

Isto mostra que a elevação do preço não foi pelo dólar, mas pela necessidade de completar os (50) navios vendidos para a China durante a semana. No norte do estado os preços fecharam a semana em R$ 90,00 em Londrina e Maringá e R$ 89,00 no Oeste, em Cascavel.



Fonte: T&F Agroeconômica

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.