As Bolsas de Comércio e Grãos da Argentina expressaram sua preocupação com a medida adotada pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Pesca do país que implica a suspensão temporária do registro de Atestados de Venda ao Exterior (DJVE) para o produto de milho cuja data de início do embarque é anterior a 1 de março de 2021. A medida foi divulgada em 30 de dezembro.

“As restrições à exportação são uma política distorcida, que impede o funcionamento normal e transparente dos mercados. Na presença deste tipo de restrições, o processo de formação de preços é afetado e a incerteza para a tomada de decisão aumenta, prejudicando o incentivo à produção e ao investimento em toda a cadeia de valor”, alertaram as entidades em nota.

As Bolsas indicaram que, com as exportações estimadas em 37,5 milhões de toneladas para esta campanha, o fechamento do recorde em 34,2 milhões faz com que o país perca 810 milhões de dólares em exportações. Explicaram ainda que, segundo estimativas públicas e das Bolsas de Valores, “a situação da oferta e da procura de milho reflete estoques muito acima das necessidades do mercado interno e das exportações”.

Por sua vez, o Ministério da Agricultura disse que a decisão se baseia “na necessidade de garantir o abastecimento de grãos para os setores que os utilizam como matéria-prima em seus processos de transformação, basicamente a produção de proteína animal como carne de porco, frango , ovos, leite e confinamento, onde o cereal representa um componente significativo de seus custos de produção”.

“O objetivo da medida é que as restantes 4,27 milhões de toneladas fiquem disponíveis para o consumo interno, de forma a garantir o abastecimento durante os meses de verão, quando a oferta do cereal tende a ser escassa”, justificou o ministério ao anunciar a medida.

As informações são da Agência CMA Latam.

Disponível em Agência Safras

Texto originalmente publicado em:
Agência Safras
Autor: Agência Safras

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.