O relatório semanal de acompanhamento das culturas da BCBA registou nesta quinta-feira que o progresso semanal da safra foi de 3,4 pontos percentuais, elevando o 95,5% da área plantada. Toda a superfície ainda em pé está concentrada na Sudeste de Buenos Aires, onde as chuvas das últimas semanas atrasaram o progresso da colheita. Nesta área, os rendimentos obtidos permaneceram acima das expectativas e isso levou a entidade a elevar a sua projeção de produção para 18,8 MT contra a estimativa de 19,5 MT da BCR, de Rosário e 19,0 MT do Ministério da Agricultura.

Sobre os percentuais já comercializados, os exportadores já compraram 71% da disponibilidade da safra 2018/19 e 68% da safra 2019/20(muito adianta, portanto). Para os mesmos períodos a indústria moageira local comprou 26% e 6%, respectivamente, segundo dados da Corretora Grassi.

Todos os analistas locais concordam que a disponibilidade de trigo desta safra está apertada, podendo motivar alta dos preços a médio e longo prazos.

Fonte: T&F Agroeconômica



 

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.