“Notícia importante que tivemos essa semana é de que os moinhos argentinos (a maioria com sérios problemas financeiros) estão sinalizando dificuldade em fornecer farinhas 0000. Conversamos com um moinho de lá e o responsável nos passou que realmente isso pode acontecer.

Muitas indústria paradas, produzindo pouco: a cada 4 cargas de 000 sai 1 carga de 0000. Se isso se concretizar, temos grandes chances de ampliar esse mercado com nossa farinha premium. Também conversei com misturadores, que importam a farinha e eles comentaram que a proporção é essa mesmo, mas como são clientes de longa data, acabam tendo vantagens em relação aos importadores pontuais.

Tem um moinho argentino que tem feito uma operação muito forte em pão congelado no Brasil, com uma farinha 0,45% de cinzas, ou seja, tem um volume considerável de farinha 0000, o que pode desbalancear o processo. Logo podem começar a enfrentar problemas de fornecimento.

Além disso, com esse dólar nas alturas, a tendência é de preços mais altos”. Por outro lado, a T&F falou com um corretor argentino de farinhas e ele disse que tem farinhas à vontade, 0000 e 000, sendo o preço da primeira entre 355-365, sem problemas de volume. O preço da 000 está ao redor de US$ 320. Ambos FCA.

Fonte: T&F Agroeconômica


Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.