As indicações são de um dia de poucos negócios e de preços firmes no mercado brasileiro de soja. Chicago mantém a alta recente, ainda por conta do USDA. Já o dólar oscila, mas tenta reagir após o tombo da ultima Terça-feira.

O mercado teve uma terça-feira de preços mistos no Brasil, regionalizados. As atenções estiveram voltadas para o relatório de oferta e demanda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA).

A Bolsa de Chicago disparou, mas o dólar despencou, compensando o movimento altista da bolsa. Assim, o mercado teve ritmo de negócios calmo, com negociações apenas de lotes pontuais.

Em Passo Fundo (RS), a saca de 60 quilos recuou de R$ 167,00 para R$ 165,00 a saca. Na região das Missões, a cotação baixou de R$ 166,00 a saca para R$ 164,00. No porto de Rio Grande, o preço passou de R$ 169,00 para R$ 171,50.

Em Cascavel, no Paraná, o preço subiu de R$ 164,00 para R$ 166,00 a saca. No porto de Paranaguá (PR), a saca avançou de R$ 169,00 para R$ 171,00 a saca.

Em Rondonópolis (MT), a saca avançou de R$ 157,00 para R$ 159,00 a saca. Em Dourados (MS), a cotação subiu de R$ 155,50 para R$ 158,00 a saca. Em Rio Verde (GO), a saca caiu de R$ 165,00 para R$ 164,00 a saca.

Conab 

A produção brasileira de soja deverá totalizar 137,692 milhões de toneladas na temporada 2020/21, com aumento de 7,1% na comparação com a temporada anterior, quando foram colhidas 124,845 milhões de toneladas. A projeção faz parte do quarto levantamento de acompanhamento da safra brasileira de grãos, divulgado pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab).

Em dezembro, a Conab indicava produção de 134,451 milhões de toneladas. A revisão para baixo entre uma estimativa e outra ficou em 0,6%.

Chicago 

Os contratos com vencimento em março operam com alta de 0,68%, cotados a US$ 14,28 por bushel.

O mercado busca uma consolidação frente à disparada de ontem, quando avançou mais de 3%, com os contratos rompendo a barreira de US$ 14 por bushel, atingindo os melhores patamares desde o final de junho de 2014.

A alta foi motivada pelo relatório de janeiro do USDA. O relatório indicou que a safra norte americana de soja deverá ficar em 4,135 bilhões de bushels em 2020/21, o equivalente a 112,53 milhões de toneladas, abaixo do esperado no relatório anterior: 4,170 bilhões de bushels ou 113,5 milhões de toneladas. O mercado apostava em 4,155 bilhões ou 113,07 milhões.

Os estoques finais estão estimados em 140 milhões de bushels ou 3,81 milhões de toneladas. O mercado apostava em carryover de 135 milhões ou 3,67 milhões de toneladas. No relatório anterior, os estoques estavam projetados em 175 milhões de bushels – 4,76 milhões de toneladas.

Os estoques trimestrais de soja em grão dos Estados Unidos, na posição 1o de dezembro, totalizaram 2,93 bilhões de bushels. O volume estocado recuou 10% na comparação com igual período de 2019. O número ficou acima da expectativa do mercado, de 2,904 bilhões de bushels.

Prêmios 

O prêmio em Paranaguá para janeiro ficou em 40 a 140 pontos acima de Chicago. Para fevereiro, o prêmio é de 58 a 73 pontos acima.

Câmbio 

Após abrir em alta e operar acima de R$ 5,35, o dólar comercial oscila sem direção definida frente ao real em viés de correção no exterior e local após o contrato à vista desabar 3,28% na terça-feira, na maior queda percentual diária desde junho de 2018.

O avanço da covid-19 no mundo e os possíveis atrasos na recuperação da economia global seguem no radar do mercado junto ao cenário político norte-americano.

Às 10h01 (de Brasília), a moeda norte-americana oscilava com leve alta de 0,07% no mercado à vista, cotada a R$ 5,3260 para venda, enquanto o contrato futuro com vencimento em fevereiro tinha leve alta de 0,05%, a R$ 5,3290. Lá fora, o Dollar Index subia 0,15%, aos 90,230 pontos.

Indicadores financeiros 

  • As principais bolsas da Ásia encerraram mistas. Xangai, -0,27%. Tóquio, +1,04%.
  • As principais bolsas na Europa operam em baixa. Paris, -0,09%; e Londres, -0,17%.
  • O petróleo opera em alta. Fevereiro do WTI em NY: US$ 53,39 o barril (+0,33%).
  • O Dollar Index registra alta de 0,16%, a 90,24 pontos.

Fonte: Agência SAFRAS

Texto originalmente publicado em:
Safras e Mercados
Autor: Dylan Della Pasqua - Agência SAFRAS

1 COMMENT

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.