A Rússia é o maior exportador de trigo do Mundo e, se ela baixa os preços, abre espaços para a exportação de outros países, inclusive EUA e Argentina (com repercussões sobre o Brasil). Então, é importante acompanhar os passos do que acontece no Mar Negro, o que fazemos toda segunda-feira.

Neste mês, inclusive, está previsto o desembarque de 11.000 toneladas de trigo russo no porto brasileiro de Cabedelo-PB. Preços de exportação de trigo russo continuaram a cair na semana passada (-USD 2/MT FOB), relata UkrAgroConsult. Os preços foram pressionados pelos seguintes fatores:

  • redução dos preços do trigo no mercado mundial;
  • aumento da concorrência entre os exportadores do Mar Negro e os fornecedores europeus;
  • a procura limitada dos importadores.

No mercado doméstico, os comerciantes começaram a reduzir seus preços de demanda para o trigo, uma vez que a exportação de trigo da Rússia permanece economicamente não rentável, dado o nível atual de preços de exportação. Alguns exportadores russos mudaram para outras culturas agrícolas, esperando alguma redução dos preços do trigo no mercado doméstico, relata UkrAgroConsult.

Preços de exportação para o trigo russo caíram na semana passada pela quinta semana consecutiva como a concorrência com a Ucrânia e outros produtores intensificados, informaram analistas nesta segunda-feira.

Exportações de trigo russo foram lentas até agora nesta temporada, para o benefício da Ucrânia, que tem visto um surto em suas remessas de grãos, segundo comerciantes locais.
Preços do mar Negro para o trigo com 12,5% teor de proteína caiu $1 a $189 uma tonelada em uma base livre a bordo (FOB) no final da semana passada, segundo a consultoria agrícola russa IKAR.

Sovecon, outra consultoria de Moscou, informou que o preço do trigo está em $189 uma tonelada, tendo caído $2/t “porque os fornecedores da Rússia precisam competir com outras origens”.

A Rússia exportou 8,7 milhões toneladas de grãos desde o início da temporada 2019/20, 7% menos do que no mesmo período do ano anterior, disse SovEcon. Esse número incluiu 7,3 milhões toneladas de trigo.

No mercado doméstico, os preços para o trigo de terceira classe subiram 25 rublos para 10.525 rublos ($160) uma tonelada no final da semana passada nas regiões europeias da Rússia, em uma base no mercado físico, segundo a SovEcon. Ex-Works não inclui custos de entrega.



O clima na região do mar Negro é esperado” para ser muito seco nas próximas duas semanas, o que é benéfico para a colheita de girassol e milho. No entanto, isso poderia levar a uma falta de umidade para o trigo de inverno,” ainda segundo SovEcon.

Os agricultores russos já semearam grãos de inverno para a safra do próximo ano em 15,2% da área planejada ou em 2,7 milhões hectares.

Fonte: T&F Agroeconômica

Nenhum comentário

Deixar um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.